1º. Festival de Piano do Algarve despede-se de Portimão com mais um grande concerto

O primeiro Festival de Piano do Algarve, a decorrer no TEMPO – Teatro Municipal de Portimão – desde 18 de Fevereiro, diz adeus a Portimão no dia 8 de abril com um recital de piano a quatro mãos protagonizado pelos pianistas Marialena Fernandes e Ranko Markovic.

Este talentoso duo conheceu-se em Viena, onde ambos exerciam atividade docente nas duas universidades de música existentes nesta cidade. Nos seus tempos livres começaram a tocar em conjunto e com o decorrer do tempo depressa se tornaram conhecidos tanto na Áustria como por todo o mundo onde têm tocado. Ranko Markovic nasceu na Croácia, naturalizando-se Austríaco, e Marialena Fernandes nasceu em Bombaim tendo, como indicia o seu apelido, antepassados portugueses. Juntos formam um duo de alta qualidade interpretativa, caracterizado pela execução primorosa do seu reportório, que vai desde Schubert a Rachmaninov. Esta é uma formação pianística pouco comum nas salas de concertos e que não poderia deixar de estar representada num festival de piano que se pretende afirmar no panorama artístico nacional e internacional. Assim concluirá com chave de ouro o 1º festival Internacional de Piano do Algarve que se saldou por um enorme sucesso e que voltará a realizar-se para o ano.

Este êxito ficou bem patente na adesão do público portimonense e algarvio, com salas esgotadas em praticamente todos os concertos do festival. Na estreia, dia 18 de Fevereiro, a casa encheu para assistir ao Concerto para piano a quatro mãos protagonizado por Armando Mota e Mário Laginha, espetáculo que contou com a presença do senhor secretário de estado da Cultura. No dia 4 de Março, o TEMPO acolheu o segundo concerto do Festival, de novo com Mário Laginha, acompanhado desta vez por Pedro Burmester, com o qual forma um dos mais conceituados duos de piano da atualidade. No dia 11 foi a vez do reputado pianista português António Rosado oferecer ao público uma mistura de jazz e piano clássico, ao qual se seguiu no dia 18 o laureado pianista russo Alexey Sychev, que interpretou obras de Rachmaninov e Tchaikovsky, magistralmente acompanhado pela orquestra filarmónica portuguesa. Finalmente, no dia 25 de Março, foi a vez do andaluzo Borja Otero deleitar o público algarvio com o seu reportório, que combina autores clássicos e contemporâneos.

Cada espetáculo tem o custo unitário de 10 € e os ingressos podem ser adquiridos on line em http://www.tempo.bol.pt/ ou na bilheteira do TEMPO (282402 475 ou 961 579 917).

O Festival de Piano do Algarve integra o “Programa 365 Algarve”, uma iniciativa financiada pelo Turismo de Portugal com coordenação da Região de Turismo do Algarve, é promovido pela Associação Arte do Sul, com direção artística do Maestro Armando Mota e tem o apoio do Município de Portimão.

Mais informações e programa completo em http://www.teatromunicipaldeportimao.pt/pdf/TEMPO_Agenda_Jan_Jun_2017.pdf.