Proteção Civil volta a ‘preparar’ as escolas do concelho para situações de emergência

Pela quarta vez consecutiva, a Câmara Municipal de Portimão, através do seu Serviço Municipal de Proteção Civil, volta a implementar o programa "A Escola e os Riscos... Preparar para Proteger!", que contempla uma série de medidas incisivas no âmbito da sensibilização do parque escolar e que envolverá alunos, docentes e demais trabalhadores de todos os estabelecimentos de ensino do concelho.

O programa municipal que arrancou esta terça-feira, 21 de novembro, na Mexilhoeira Grande, e culminará em março de 2018 contemplará, à semelhança dos anos transatos, a realização de exercícios internos e à escala real nos estabelecimentos de ensino, sensibilizando e preparando a comunidade escolar para eventuais situações de acidente grave ou catástrofe.

São objetivos deste programa de iniciativa local, que pretende fomentar um espírito mais resiliente, sensibilizar a comunidade escolar para as questões da segurança, contribuir para uma melhoria progressiva e continuada das condições de segurança nas Escolas do Município, quer nas próprias instalações, quer nos aspetos comportamentais da sua população, e incrementar o diálogo e a reflexão sobre os assuntos de segurança, envolvendo as entidades responsáveis ao nível local e os representantes das escolas.

No calendário avançado, que foi concertado entre a autarquia, as Direções dos Agrupamentos de Escolas e os Agentes de Proteção Civil, são de destacar as ações direcionadas aos alunos sobre o que fazer em situações de emergência, formação para os docentes e trabalhadores em primeiros socorros e utilização de meios de primeira intervenção em situação de incêndios, procedimentos de evacuação e várias atividades práticas de “mass training” em suporte básico de vida e exposições/demonstrações práticas dos diversos atores da Proteção Civil do concelho.

Recorde-se que desde 2014 foram realizadas mais de quatro centenas de ações em todo parque escolar de Portimão, e mais de quatro dezenas de exercícios com meios e recursos dos diversos agentes de Proteção Civil, nomeadamente Bombeiros, Cruz Vermelha, PSP e GNR, abrangendo um universo de mais de 20.000 participantes.