Olga Roriz apresenta 'Antes que matem os elefantes'

Em 'Antes que Matem os Elefantes' a coreógrafa Olga Roriz coloca em cena uma tragédia contemporânea: a cidade martirizada de Alepo, a face mais sangrenta da guerra civil na Síria. Crua e impiedosa, 'Antes que Matem os Elefantes' recusa qualquer tipo de espectacularização ou consolo. E deixa-nos com uma incomodativa pergunta: o que podemos nós fazer aqui?

Por onde reabrir caminho, qual o tema, a terra, o objetivo? À procura de nós, dos nossos detritos.
Em frente... sempre em frente não olhar para trás. Olhos fechados sem querer pensar, o frio, o medo do frio, a fome.
Ali em lugar nenhum, lugar perdido, duro, rasgado.
Ali, o lugar da ânsia do desconhecido. Memórias de estômago vazio.
A escuridão, o corpo colado a outro corpo e a outro e a outro...
O filho de encontro ao peito, cobertor às costas e malas, sacos, bonecos, entre uma outra pequena mão de carne e osso.
Pés devastados, pisados de cada poeira. As pedras...
O céu espesso, um céu aberto e a cabeça a estalar. Já não se sabe da dor, já se perdeu a ira.
A dúvida, a insegurança e a pequenez cansa.
Perdido o mínimo poder, perdida a dignidade, cansa.
Demolida a última réstia de humanidade, cansa.
E porquê eu?

 

Antes que matem os elefantes
Companhia Olga Roriz
20 Maio, 21h30
Grande Auditório | M/12 | 1h40 min
Preço: 12,00€
 
Os bilhetes podem ser adquiridos online em https://tempo.bol.pt/ ou na bilheteira do TEMPO (282 402 475 ou 961 579 917).

 

 

 
 

Email