• Campeonato do Mundo de Windsurf

    A não perder

    Campeonato do Mundo de Windsurf

    Ler mais

  • A VIOLA CELTA - Jordi Savall & Hespèrion XXI

    A não perder

    A VIOLA CELTA - Jordi Savall & Hespèrion XXI

    Ler mais

  • Portimão entra no Tríduo Pascal rumo à Páscoa

    Notícias

    Portimão entra no Tríduo Pascal rumo à Páscoa

    Ler mais

  • A não perder

    Exposição 25 de Abril – Desenhos de João Abel Manta

    26 abril a 12 de maio

    No âmbito das comemorações dos 45 anos da Revolução dos Cravos em Portimão, o Museu de Portimão inaugura no dia 26 de abril a exposição intitulada “25 de Abril – Desenhos de João Abel Manta”. Há 45 anos, graças à iniciativa do MFA – Movimento das Forças Armadas conhecida como a Revolução dos Cravos, o dia 25 de Abril de 1974, ficou historicamente marcado em Portugal, pelo fim da candidatura, da censura, das prisões políticas e da guerra colonial.

  • A não perder

    Em abril a Casa (Con)Vida às quintas...

    Em abril a Casa (Con)Vida às quintas...

    Conheça a programação completa de abril na Casa Manuel Teixeira Gomes.

  • A não perder

    Exposição Mascotes Olímpicas no Museu de Portimão

    21 de março a 21 abril

    Concebida pela Academia Olímpica de Portugal com recurso a peças provenientes de coleções particulares ou institucionais, a exposição retrata meio século de história olímpica no que se refere a este tipo de símbolos identitários, que se tornaram também elementos de valor económico relevante para os comités organizadores de cada edição dos Jogos Olímpicos.

  • A não perder

    Festa de Aniversário Infantil Sem Açúcar

    27 de abril

    Porque Abril é o Mês da Saúde- todas as crianças entre os 4 e os 9 anos estão convidadas a participar numa Festa de Aniversário Sem Açúcar que terá lugar entre as 15h00 e as 17h00, na Quinta Pedagógica com a preparação de um lanche saudável!

  • A não perder

    Abril na Casa Manuel Teixeira Gomes

    Abril na Casa Manuel Teixeira Gomes

    Conheça a programação completa de abril na Casa Manuel Teixeira Gomes.

  • Apresentação do livro Se eu fosse Actriz, de Octávia Guerreiro

    13 de abril

    Octávia Guerreiro tenta através desta obra transmitir os seus pensamentos mais contraditórios e que entram em conflito com a realidade. Surgem poemas, surgem textos, surgem até ironias. E como uma boa atriz, devido à sua capacidade de observação, até surgem bons conselhos baseados nas suas fantasias e realidades.

  • Notícias

    Revista à Portuguesa “A Culpa é do Cu…meta”

    8 de março a 31 maio

    A Revista à Portuguesa do Boa Esperança Atlético Clube Portimonense, espetáculo que se realiza há mais de 50 anos, tem estreia marcada para o dia 8 de março, sexta-feira, às 21h00, este ano sob o mote “A Culpa é do Cu…meta”.

  • A não perder

    A Viola Celta - Jordi Savall & Hespèrion XXI

    26 abril

    O FIMA 2019 – Festival Internacional de Música do Algarve apresenta, em Portimão, Jordi Savall e Hespèrion XXI em "A Viola Celta". O eminente artista catalão Jordi Savall descreve este programa como um diálogo entre o Homem e a Natureza, entre o Antigo e o Novo mundo. O repertório é uma mistura de canções tradicionais Irlandesas e Escocesas que Savall agrupou em várias Suites.

  • A não perder

    Um Dia na Pré-História 2019

    4 de maio

    Recriação pré-histórica nos Monumentos Megalíticos de Alcalar. Durante o dia os participantes poderão conhecer de uma forma interativa o quotidiano das populações pré-históricas através de um conjunto diversificado de ateliês práticos e didáticos representativos das atividades de caça, olaria e tecelagem.

  • A não perder

    Livros de Pano

    10, 11 2 12 de abril

    A Biblioteca Municipal de Portimão apresenta um novo projeto "Livros de Pano" para a comunidade em geral, e em particular para a comunidade sénior, na Biblioteca de Portimão e Polo de Leitura de Alvor das 10h30 às 11h30 e no Polo da Mexilhoeira das 15h00 às 16h00. Cada sessão terá uma duração aproximada de 45 minutos.

  • Notícias

    Abrir Abril

    20 a 27 abril

    O 25 de Abril é assinalado em Portimão com concerto "Intemporal" de Paulo de Carvalho, espetáculo de Vídeo Mapping, assinatura de contratos-programa e muito mais...

  • A não perder

    Ateliê Grandes e Pequenos - Nuvens na cabeça de Susana Amorim

    20 de abril

    Esta é a história de uma menina, a Eva, que descobriu como afastar as nuvens cinzentas e pesadas que teimavam em acompanhá-la para todo o lado. Com pistas e atividades no final, este livro pode ser uma ferramenta útil para, em conjunto com as crianças, trabalhar sentimentos do dia-a-dia.

  • Exposição 25 de Abril – Desenhos de João Abel Manta
  • Em abril a Casa (Con)Vida às quintas...
  • Exposição Mascotes Olímpicas no Museu de Portimão
  • Festa de Aniversário Infantil Sem Açúcar
  • Abril na Casa Manuel Teixeira Gomes
  • Apresentação do livro Se eu fosse Actriz, de Octávia Guerreiro
  • Revista à Portuguesa “A Culpa é do Cu…meta”
  • A Viola Celta - Jordi Savall & Hespèrion XXI
  • Um Dia na Pré-História 2019
  • Livros de Pano
  • Abrir Abril
  • Ateliê Grandes e Pequenos - Nuvens na cabeça de Susana Amorim

A comissão Politica do PSD de Portimão emitiu um comunicado pondo em causa a data da realização da Feira de S. Martinho acusando a Câmara Municipal de Portimão de romper com a tradição histórica.

Perante o conjunto de inverdades presentes no comunicado, a Câmara Municipal de Portimão sente-se na obrigação de desmentir a factualidade do comunicado e esclarecer a opinião pública sobre a realidade dos factos.
De acordo com o referido comunicado, a feira termina “…precisamente a 11 de Novembro, Dia de São Martinho (tradicionalmente o dia do início) ”.
Esta é a primeira falsidade já que nos anos mais próximos nunca a feira de S. Martinho se iniciou no dia 11 de Novembro. Como se pode constatar pelas datas dos últimos 9 anos:
•    2009: de 06 a 15 de Novembro de 2009
•    2010: de 05 a 14 de Novembro de 2010
•    2011: de 04 a 13 de Novembro de 2011
•    2012: de 09 a 18 de Novembro de 2012
•    2013: de 08 a 17 de Novembro de 2013
•    2014: de 07 a 16 de Novembro de 2014
•    2015: de 06 a 15 de Novembro de 2015
•    2016: de 04 a 13 de Novembro de 2016
•    2017: de 03 a 12 de Novembro de 2017
•    2018: de 02 a 11 de Novembro de 2018

Ou seja, não é verdade que a feira, pelo menos na tradição mais recente, comece no dia 11 de Novembro como diz o PSD. O que a tradição recente impõe é que a Feira decorra durante 10 dias abarcando o dia de S. Martinho e dois fins-de semana – O que acontece mais uma vez em 2018.  
Relativamente aos registos históricos mais antigos o que se pode afirmar é que a Feira de S. Martinho na sua génese durava um único dia – o Dia de S. Martinho, o que pode ser facilmente comprovado pela leitura do alvará régio que determinou a criação desta feira. Mas, também podemos dizer e com base em notícias do jornal “Comercio de Portimão” que há cerca de cem anos a Feira de S. Martinho tinha uma duração de três dias incluindo o dia de S. Martinho.
Ficamos sem perceber a que tradição se refere o PSD já que quer as datas, quer a duração, mas também a localização, sofreram, comprovadamente, alterações ao longo dos séculos.
Diz também o PSD: “que, por exemplo, as feiras de Silves e Portimão têm uma origem histórica, realizando-se há séculos em datas fixas”.

Ora se em relação a Portimão já se demonstrou que a data de realização sofreu ao longo dos tempos alterações resta-nos esclarecer mais uma falsidade, desta feita relativamente à Feira de Silves. Assim e desde 2014 as datas de realização da Feira de Silves foram as seguinte:
•    2014: de 30 a 2  de Novembro
•    2015: de 29 a 1 de Novembro
•    2016: de 29 a 1 de Novembro
•    2017: de 30 a 2 de Novembro
•    2018:de 31 a 4 de Novembro

Como se pode observar também a feira de Silves não tem data certa. Aliás, nem sequer a duração é constante já que em 2018 a Feira de Silves teve mais 1 dia que nos anos anteriores.
Mas o PSD não fica por aqui e acusa o município de Portimão de ser o causador do fim da Feira de Lagoa: “…a Feira de Lagoa seria no dia 6 de Novembro e, assim, provavelmente nem haverá este ano…”.
Os factos falam uma vez mais por si já que a referida Feira de Lagoa deixou de se realizar há pelo menos 20 anos.
Mais à frente vem o PSD dizer que “Para registo histórico, assinala o PSD que as datas remontam a 1662 quando D. Afonso VI emitiu o Alvará para a criação da Feira Franca de São Martinho na Vila Nova de Portimão e que a Feira de Todos-os-Santos de Silves foi criada por D. João II em 1491, fixando as datas tal como eram respeitadas em Portimão, até 2017.”
Para o PSD, até 2017, não havia motivo de polémica porque até aí era respeitada a “tradição”, com a antecipação de datas em num dia, face à data de 2017, foi quebrada toda uma tradição multisecular.
Mais uma falsidade, sem qualquer rigor histórico, facilmente demonstrável nos parágrafos anteriores e que serve unicamente para adensar uma polémica inexistente.

O que o comunicado do PSD não esclarece mas que a Câmara Municipal de Portimão faz questão de esclarecer é que a data de realização da Feira de S. Martinho foi deliberada em reunião de Câmara de 21 de Novembro de 2017, depois de consultados os operadores que estiveram presentes na feira desse mesmo ano, deliberação que foi aprovada por unanimidade dos presentes o que inclui o Sr. Vereador do PSD, Dr. Manuel Valente.
Há cerca de 2 meses foi o executivo municipal alertado para a coincidência de datas da Feira de S. Martinho e da Feira de Todos os Santos tendo sido feitos todos os esforços possíveis para o adiamento por uma semana da Feira de S. Martinho de 2018. Esta alteração só não foi possível por estar agendado para o fim-de-semana de 17 e 18 de Novembro um evento internacional de dança a realizar no Portimão Arena, com mais de uma centena de participantes estrangeiros, já com as viagens compradas e alojamentos reservados.

A Câmara Municipal de Portimão aproveita esta oportunidade para convidar todos os munícipes a no próximo dia 11 de Novembro, deslocarem-se ao Parque de Feiras e Exposições e festejarem o Dia de São Martinho como manda a tradição.

 

 

0
0
0
s2sdefault