• A não perder

    Exposição Mascotes Olímpicas no Museu de Portimão

    21 de março a 21 abril

    Concebida pela Academia Olímpica de Portugal com recurso a peças provenientes de coleções particulares ou institucionais, a exposição retrata meio século de história olímpica no que se refere a este tipo de símbolos identitários, que se tornaram também elementos de valor económico relevante para os comités organizadores de cada edição dos Jogos Olímpicos.

  • A não perder

    Livros de Pano

    27 e 28 de fevereiro e 1 março

    A Biblioteca Municipal de Portimão apresenta um novo projeto "Livros de Pano" para a comunidade em geral, e em particular para a comunidade sénior, na Biblioteca de Portimão e Polo de Leitura de Alvor das 10h30 às 11h30 e no Polo da Mexilhoeira das 15h00 às 16h00. Cada sessão terá uma duração aproximada de 45 minutos.

  • Start Work IV

    21, 22 e 23 de março

    Portimão dedica os dias 21, 22 e 23 de março ao emprego, empreendedorismo, educação e formação profissional com a “Start Work IV – Mostra de Educação, Formação Profissional, Empreendedorismo e Emprego”, dedicada a jovens e adultos a partir dos 13 anos.

  • Notícias

    Revista à Portuguesa “A Culpa é do Cu…meta”

    8 de março a 31 maio

    A Revista à Portuguesa do Boa Esperança Atlético Clube Portimonense, espetáculo que se realiza há mais de 50 anos, tem estreia marcada para o dia 8 de março, sexta-feira, às 21h00, este ano sob o mote “A Culpa é do Cu…meta”.

  • A não perder

    VENTANIA | Festival de Artes Performativas do Barlavento

    23 de março

    VENTANIA | Festival de Artes Performativas é uma ação de ativismo artístico sobre temas de cidadania global, que se iniciará no Dia Mundial da Água, a 22 de Março de 2019, prolongando-se até 24 de Março, em Lagos, Portimão e Sagres.

  • A não perder

    Tecnologia para Viver Melhor

    2, 3 e 4 de abril

    A Biblioteca Municipal de Portimão apresenta um novo projeto "Tecnologia para viver melhor" para a comunidade em geral, e em particular para a comunidade sénior.

  • A não perder

    Março na Quinta Pedagógica

    Março

    Ao longo do mês de março a Quinta Pedagógica de Portimão dinamiza os seus Ateliers Temáticos, por volta das 11h00.

  • Apresentação do livro Se eu fosse Actriz, de Octávia Guerreiro

    13 de abril

    Octávia Guerreiro tenta através desta obra transmitir os seus pensamentos mais contraditórios e que entram em conflito com a realidade. Surgem poemas, surgem textos, surgem até ironias. E como uma boa atriz, devido à sua capacidade de observação, até surgem bons conselhos baseados nas suas fantasias e realidades.

  • A não perder

    Ateliê Grandes e Pequenos - Nuvens na cabeça de Susana Amorim

    20 de abril

    Esta é a história de uma menina, a Eva, que descobriu como afastar as nuvens cinzentas e pesadas que teimavam em acompanhá-la para todo o lado. Com pistas e atividades no final, este livro pode ser uma ferramenta útil para, em conjunto com as crianças, trabalhar sentimentos do dia-a-dia.

  • A não perder

    Exercícios Exploratórios| Exposição ISMAT

    1 a 29 de março

    Exposição | Exercícios Exploratórios dos alunos de 1º ano da Licenciatura de Design de Comunicação e do Mestrado Integrado em Arquitetura.

  • A não perder

    Uma Noite na Biblioteca - Dia Internacional do Livro Infantil

    6 de abril

    A Biblioteca Municipal Manuel Teixeira Gomes, em Portimão, vai comemorar o Dia Internacional do Livro Infantil no dia 6 de abril com uma noite diferente, pensada para crianças de todas as idades, que poderão passar «Uma Noite na Biblioteca».

  • A não perder

    Março na Casa Manuel Teixeira Gomes

    Março

    Provida dos equipamentos necessários à concretização de eventos culturais, formações, exposições e outras atividades de interesse geral, a Casa Manuel Teixeira Gomes é um espaço que visa acolher da melhor forma quem a visita, sendo igualmente um polo de informação, não só no que respeita à vida e obra de Manuel Teixeira Gomes, mas também de informação sobre o município e património de Portimão.

  • A não perder

    "Parentalidade no séc. XXI- que desafios?" _ Teia d'Ideias

    22 de março

    O próximo Teia d’ Ideias agendado já para esta 5ªF, dia 21 de março, tem como tema de debate a “ Parentalidade no séc.XXI- que desafios? “

  • Exposição Mascotes Olímpicas no Museu de Portimão
  • Livros de Pano
  • Start Work IV
  • Revista à Portuguesa “A Culpa é do Cu…meta”
  • VENTANIA | Festival de Artes Performativas do Barlavento
  • Tecnologia para Viver Melhor
  • Março na Quinta Pedagógica
  • Apresentação do livro Se eu fosse Actriz, de Octávia Guerreiro
  • Ateliê Grandes e Pequenos - Nuvens na cabeça de Susana Amorim
  • Exercícios Exploratórios| Exposição ISMAT
  • Uma Noite na Biblioteca - Dia Internacional do Livro Infantil
  • Março na Casa Manuel Teixeira Gomes

 Lagos, Portimão e Sagres recebem, nos dias 22, 23 e 24 de Março respetivamente, a primeira edição do “Ventania - Festival de Artes Performativas do Barlavento”, uma ação de ativismo artístico sobre temas de cidadania global, promovida pelo Teatro Experimental de Lagos, com o apoio do programa cultural 365 Algarve.

 

 Tendo como mote o Dia Mundial da Água, este novo Festival propõe-se espalhar pelo Barlavento Algarvio espetáculos e ações de sensibilização com uma programação diversificada, contemplando as áreas de circo contemporâneo, teatro, dança, cruzamentos disciplinares: música/gastronomia, música/cinema, circo/ecologia social, procurando abranger públicos de várias idades e culturalidades.

“Ventania” irá ocupar espaços de apresentação convencionais como o TEMPO - Teatro Municipal de Portimão, o Centro Cultural de Lagos e o Auditório da Fortaleza de Sagres, assim como espaços não-convencionais, como os Mercados Municipais de Lagos e Portimão, o Centro de Ciência Viva de Lagos, o Jardim da Constituição (Muralha) de Lagos, o Jardim 1º de Dezembro de Portimão, o Espaço Cultural do Teatro Experimental de Lagos, assim como os espaços gastronómicos Mar de Estórias (Lagos) e Faina/ Museu de Portimão (Portimão).

O Festival promete surpreender o público com temáticas ligadas ao ambiente e à cidadania, num grito subtil de alerta ao desprendimento humano sobre aqueles e aquilo que nos rodeia: um território frágil como o Algarve, onde a emergência do turismo nos urge a mais eficientes respostas energéticas, à preservação do património natural e imaterial e ao combate à desertificação, procurando um equilíbrio nem sempre fácil.

“Ventania” é uma ideia original de Nelda Magalhães (Teatro Experimental de Lagos), com assessoria à criação de Daniela Tomaz (O Corvo e a Raposa Associação Cultural). Está inserido no Programa 365 Algarve, estrutura financiada pelo Turismo de Portugal, com o acolhimento dos Municípios de Lagos, Portimão e Vila do Bispo com o apoio Direção Regional de Cultura do Algarve e Águas do Algarve.

A grande maioria dos espetáculos realizam-se ao ar livre, com entrada gratuita. No caso dos eventos com entrada paga, os bilhetes estão à venda no site https://ventania.bol.pt, nos locais habituais aderentes da BOL, nomeadamente FNAC, Worten, CTT, Pousadas da Juventude, El Corte Inglês, Lojas Note! e Rede Serveasy e ainda nas bilheteiras do Centro Cultural de Lagos e Teatro Municipal de Portimão, Mar d’Estórias, Teatro Experimental de Lagos e Restaurante Faina.
Para saber mais sobre este projeto consulte o Facebook do Teatro Experimental de Lagos, no Instagram #ventaniafest ou no website do programa cultural 365 Algarve: https://www.365algarve.pt/pt/Default.aspx

 

Como seria um mundo sem água?
Venha saber a resposta no dia 23 de Março às 17h00 no Teatro Municipal de Portimão

“Uma Gota de Água no Mundo” é uma criação que pretende dirigir uma mensagem de cidadania ao público infantil e familiar, sobre a realidade e distopia de um mundo sem água. O processo criativo surgiu entre os quinze bailarinos da K2 Companhia de Dança e os cinco percussionistas das Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo do Porto, com obras musicais de Alex Stopa, Owen Condon e Iannis Xenakis, entre outros.
Com texto original de Nuno Preto, o objetivo deste espetáculo dirigido a famílias, é sensibilizar para a defesa ecológica e para a cidadania global através das artes performativas.
Os bilhetes custam cinco euros para o público geral e três euros para menores de 12 e maiores de 65 anos, estão à venda online e na bilheteira do TEMPO, e incluem um cantil de água ecológico oferecido pelas Águas do Algarve.

 

 

 

 

0
0
0
s2sdefault