• 357ª Feira de São Martinho

    A não perder

    357ª Feira de São Martinho

    Ler mais

  • I Jornadas Sociais de Portimão

    Notícias

    I Jornadas Sociais de Portimão

    Ler mais

  • IV Festival Internacional de Piano do Algarve

    A não perder

    IV Festival Internacional de Piano do Algarve

    Ler mais

  • A não perder

    357ª Feira de São Martinho

    8 a 17 de novembro

    Neste que é um dos polos incontornáveis de animação outonal no concelho, e que volta a ter lugar, como habitual, no Parque de Feiras e Exposições de Portimão, não vão faltar as tradicionais castanhas assadas, as farturas, as pipocas, o pão com chouriço e outros petiscos tentadores nos bares e tasquinhas existentes no recinto, assim como vários espaços de animação com jogos diversos, ‘carrinhos de choque’ e carrosséis, numa feira que promete fazer as delícias de miúdos e graúdos.

  • A não perder

    Teatro-documentário "Pelos que andam sobre as águas do mar"

    19 de novembro

    Inspirado na obra “Os Pescadores”, de Raul Brandão, no trabalho de investigação realizado nas comunidades piscatórias de Portimão, Nazaré, Sesimbra, Setúbal e Montijo, e na investigação antropológica de Vanessa Amorim, o projeto tem o Museu de Portimão como parceiro, conta com a participação das atrizes Ana Lúcia Palminha e Suzana Branco e é encenado por Miguel Jesus.

  • A não perder

    Histórias na Quinta

    23 de novembro

    Como novidade nos ateliês, a Quinta Pedagógica irá iniciar uma nova atividade de sábado, as “Histórias na Quinta”, onde a Biblioteca Municipal vem à Quinta ler histórias.

  • A não perder

    Ateliê Grandes e Pequenos "A fada Oriana” de Sophia de M. Breyner Andresen

    16 de novembro

    Em A Fada Oriana, encontramos o dom da proteção sobre os seres mais frágeis que vivem numa floresta, encontramos as tão humanas oscilações entre a solidariedade, o sentido da responsabilidade e o egoísmo e a vaidade. Encontramos, como é próprio de muitos contos tradicionais e para a infância, as peripécias de uma luta entre o bem e o mal.

  • A não perder

    Apresentação do livro “Crónicas ao correr do tempo” de João Miguel Cunha

    23 de novembro

    Desde jovem tem desenvolvido o gosto pela escrita. Os contactos com gente diferente, em terras diferentes, serviram de inspiração para passar ao papel uma série de crónicas, pequenas histórias e impressões de viagem que, agora, na serenidade da aposentadoria, editou no livro “Crónicas ao correr do Tempo”.

  • Notícias

    Programação Desportiva CED 2019 - Novembro

    1 a 30 novembro

    Conheça a programação do mês de novembro na CED 2019.

  • A Não Perder

    Exposição "João César, A Magia do Acordeão"

    Até 24 de novembro

    Uma homenagem da Câmara Municipal de Portimão e do Executivo da Junta de Freguesia de Portimão ao acordeonista portimonense, que começou a tocar aos 16 anos a solo, e também em conjuntos musicais por todo o país.

  • 357ª Feira de São Martinho
  • Teatro-documentário
  • Histórias na Quinta
  • Ateliê Grandes e Pequenos
  • Apresentação do livro “Crónicas ao correr do tempo” de João Miguel Cunha
  • Programação Desportiva CED 2019 - Novembro
  • Exposição

O autocarro do VATe – Vamos Apanhar o Teatro vai estacionar na Praça da República, em Portimão, nos dias 20 e 21 de maio, para a apresentação do espetáculo “Uma Torneira na Testa”, dirigido a crianças do 1º Ciclo, com os apoios da Câmara Municipal e da Junta de Freguesia de Portimão.

Entre espetáculos e ateliês estão previstas seis atividades destinadas a turmas do 3º e 4º ano do Ensino Básico da Escola Major David Neto e do Centro Escolar do Pontal, decorrendo as mesmas nos períodos da manhã (a partir das 10h00) e da tarde (14h00).

“Uma Torneira na Testa” é um divertido diálogo entre duas personagens, apelando à importância da educação ambiental e do uso consciente da água. Segundo a sinopse, “imaginemos um mundo sem água, sem o som dos animais, sem o som dos rios, sem o cheiro das flores… um mundo seco, completamente seco”. Este é o sonho do senhor Desperdício que, através de um plano maquiavélico, pretende acabar com toda a água do planeta. O feitiço volta-se contra o feiticeiro e este acaba por perceber que a água é para poupar e sem ela não se pode viver.”

Quanto ao ateliê, que se realiza na sala de formação da Junta de Freguesia de Portimão, visa a exploração dramática e teatral, através de jogos e exercícios, nos quais se recorre ao tema da água e sua importância no planeta, à sua preservação e ao impacto ambiental que ocorre nos dias de hoje, trabalhando junto das crianças a sua consciencialização e valor.

Projeto da ACTA – A Companhia de Teatro do Algarve, o VATe é único no país e assenta na transformação de um autocarro de dois pisos em sala de espetáculos, com palco, plateia, bastidores e camarins, exemplificando como a arte dramática pode ser uma importante ferramenta em termos de pedagogia social.

A viatura tem 12 metros de comprimento e 20 toneladas de peso, sendo Portimão paragem obrigatória do VATe desde que o projeto foi para a estrada em 2006, no âmbito da aposta municipal em termos de divulgação das artes de palco junto dos mais novos.

 

0
0
0
s2sdefault