• 357ª Feira de São Martinho

    A não perder

    357ª Feira de São Martinho

    Ler mais

  • I Jornadas Sociais de Portimão

    Notícias

    I Jornadas Sociais de Portimão

    Ler mais

  • IV Festival Internacional de Piano do Algarve

    A não perder

    IV Festival Internacional de Piano do Algarve

    Ler mais

  • A não perder

    357ª Feira de São Martinho

    8 a 17 de novembro

    Neste que é um dos polos incontornáveis de animação outonal no concelho, e que volta a ter lugar, como habitual, no Parque de Feiras e Exposições de Portimão, não vão faltar as tradicionais castanhas assadas, as farturas, as pipocas, o pão com chouriço e outros petiscos tentadores nos bares e tasquinhas existentes no recinto, assim como vários espaços de animação com jogos diversos, ‘carrinhos de choque’ e carrosséis, numa feira que promete fazer as delícias de miúdos e graúdos.

  • A não perder

    Teatro-documentário "Pelos que andam sobre as águas do mar"

    19 de novembro

    Inspirado na obra “Os Pescadores”, de Raul Brandão, no trabalho de investigação realizado nas comunidades piscatórias de Portimão, Nazaré, Sesimbra, Setúbal e Montijo, e na investigação antropológica de Vanessa Amorim, o projeto tem o Museu de Portimão como parceiro, conta com a participação das atrizes Ana Lúcia Palminha e Suzana Branco e é encenado por Miguel Jesus.

  • A não perder

    Histórias na Quinta

    23 de novembro

    Como novidade nos ateliês, a Quinta Pedagógica irá iniciar uma nova atividade de sábado, as “Histórias na Quinta”, onde a Biblioteca Municipal vem à Quinta ler histórias.

  • A não perder

    Ateliê Grandes e Pequenos "A fada Oriana” de Sophia de M. Breyner Andresen

    16 de novembro

    Em A Fada Oriana, encontramos o dom da proteção sobre os seres mais frágeis que vivem numa floresta, encontramos as tão humanas oscilações entre a solidariedade, o sentido da responsabilidade e o egoísmo e a vaidade. Encontramos, como é próprio de muitos contos tradicionais e para a infância, as peripécias de uma luta entre o bem e o mal.

  • A não perder

    Apresentação do livro “Crónicas ao correr do tempo” de João Miguel Cunha

    23 de novembro

    Desde jovem tem desenvolvido o gosto pela escrita. Os contactos com gente diferente, em terras diferentes, serviram de inspiração para passar ao papel uma série de crónicas, pequenas histórias e impressões de viagem que, agora, na serenidade da aposentadoria, editou no livro “Crónicas ao correr do Tempo”.

  • Notícias

    Programação Desportiva CED 2019 - Novembro

    1 a 30 novembro

    Conheça a programação do mês de novembro na CED 2019.

  • A Não Perder

    Exposição "João César, A Magia do Acordeão"

    Até 24 de novembro

    Uma homenagem da Câmara Municipal de Portimão e do Executivo da Junta de Freguesia de Portimão ao acordeonista portimonense, que começou a tocar aos 16 anos a solo, e também em conjuntos musicais por todo o país.

  • 357ª Feira de São Martinho
  • Teatro-documentário
  • Histórias na Quinta
  • Ateliê Grandes e Pequenos
  • Apresentação do livro “Crónicas ao correr do tempo” de João Miguel Cunha
  • Programação Desportiva CED 2019 - Novembro
  • Exposição

No mês em que começa o verão, Portimão prepara-se para os grandes desfiles das Marchas Populares em quatro sextas-feiras, nomeadamente nos dias 7, 14, 21 e 28 de junho, sempre às 21h30. A animação pautada pelos célebres desfiles com centenas de marchantes de quatro coletividades portimonenses evocarão a tradição das noites repletas de brilho, cor, música, dança, criatividade e emoção.

A XX edição das Marchas Populares sob o mote “Viva as Marchas!” vão encantar residentes e turistas e regressam à rua nas três freguesias do município para os tradicionais desfiles, que este ano contam com a participação de quatro coletividades do município, o Sporting Glória Ou Morte Portimonense, o CIRM - Clube de Instrução e Recreio Mexilhoeirense, a Sociedade Recreativa Figueirense e a Marcha da Vila de Alvor. De referir, que este ano, a Marcha Infantil do Lar da Criança também irá participar com dezenas de crianças que desde do mês de abril se preparam para os desfiles agendados. O movimento associativo estará em massa para festejar as marchas no concelho, um evento que tem uma enorme adesão popular e que são vistas por milhares de pessoas.

O espírito de vizinhança não faltará e Portimão convidou quatro Marchas dos concelhos vizinhos a serem anunciadas brevemente.

Este ano a novidade é a localização do primeiro desfile que terá lugar no Portimão Arena, no dia 7 de junho. Situado no Parque de Feiras e Exposições de Portimão, a dois passos do centro da cidade, o Portimão Arena é um pavilhão moderno, de arquitetura vanguardista, que graças à sua enorme versatilidade, à total modularidade do espaço e aos seus mais de 6.000m2 de área permite uma utilização exatamente à medida das necessidades deste evento. A arena principal do pavilhão capaz de acolher 3.000 espetadores sentados em bancadas retráteis e amovíveis, ou até 8.000 espetadores será o palco para o primeiro grande desfile com jovens, adultos e crianças que se têm dedicado ao ensaio de coreografias, de canções e na preparação dos trajes e arcos que representarão a sua marcha.

O segundo desfile será no dia 14 de junho, às 21h30 onde os marchantes irão desfilar na Zona Ribeirinha de Alvor e nas ruas pitorescas da vila. Este é um desfile à beira Ria que reúne centenas de pessoas ávidas pela energia única dos gritos de "Ié, Ié, Ié" e da "A nossa marcha é linda”. No dia 21 de junho, às 21h30 é a vez do terceiro desfile das Marchas populares no Polidesportivo da Figueira, na freguesia da Mexilhoeira Grande. Este é um espaço onde a comunidade local se junta para cumprir a tradição com a exibição dos desfiles onde prima o brilho dos trajes dos marchantes. O culminar desta grande festa será no dia 28 junho, na Praia da Rocha com o percurso pela Avenida Tomás Cabreira, a começar no Miradouro, passando pela Avenida Tomás Cabreira em direção à Fortaleza de Santa Catarina e terminando na Marina de Portimão com uma coreografia que irá fazer jus ao trabalho realizado nos últimos seis meses.

A XX edição das Marchas Populares de Portimão reunirá cerca de 800 participantes, entre marchantes, coreógrafos e figurinistas, que vestem o espírito do associativismo e dão largas à imaginação e ao espírito popular, evocando vários temas ligados ao património sociocultural e às tradições do Algarve. A par dos desfiles a música ecoará pelas ruas, ficando desde já registado os seguintes temas “Futebol” pela Marcha Infantil do Lar da Criança, “Regiões” pela Marcha da Sociedade Recreativa Figueirense, “Bairros de Mastro” pela Marcha da Vila de Alvor, “Mexilhoeira Grande, Uma Casa Portuguesa” pela Marcha do Clube de Instrução e Recreio Mexilhoeirense (CIRM) e “Piratas” pela Marcha do Sporting Glória ou Morte Portimonense.


Junho será sem dúvida um mês em grande em Portimão e as Marchas Populares manterão viva a tradição porque segundo consta “A Marchaaaaaaaaaaaaa é linda” e o concelho vibrará de atividade e ritmo, numa época marcada por festas, música e tradição. Dos arcos e dos balões. Das tradições e da graça dos pregões. As noites de junho em Portimão serão rainhas. Portimão convida residentes e turistas a entrar no espírito e a preparar-se para esta grande festa.

Esta iniciativa é organizada pelo Município de Portimão em conjunto com a Freguesia de Portimão, Junta de Freguesia de Alvor e Junta de Freguesia da Mexilhoeira Grande.

 

0
0
0
s2sdefault