• “Férias de Verão Portimão 2020”

    Notícias

    “Férias de Verão Portimão 2020”

    Ler mais

  • Praias de Portimão ostentam galardões de qualidade

    Noticias

    Praias de Portimão ostentam galardões de qualidade

    Ler mais

  • Se sair de casa use Máscara para proteção de todos

    Notícias

    Se sair de casa use Máscara para proteção de todos

    Ler mais

Portimão, por ocasião do Dia Municipal do Imigrante e da Diversidade Cultural, acolheu de braços abertos sete crianças e jovens estrangeiros como novos portimonenses, ao atribuir os primeiros títulos de residência a alunos do concelho que se encontravam em situação irregular, numa cerimónia que decorreu, ontem, no salão nobre dos Paços do Concelho com a presença da Secretária de Estado Adjunta e da Administração Interna, Isabel Oneto

Arthur Lago, Bernardo Lima, Júlia Lima, Carlos Gomes, de nacionalidade brasileira e os irmãos Andreia, Christian e Sabrina Cretu, de nacionalidade moldava foram as primeiras crianças e jovens imigrantes, alunos do Agrupamento de Escolas da Bemposta e do Agrupamento de Escolas Júdice Fialho que, no âmbito do programa “SEF vai à Escola”, passaram a ser cidadãos portugueses de pleno direito e a “fazer parte da família portimonense” como afirmou Isilda Gomes, Presidente da Câmara Municipal de Portimão.

 

Portimão é o primeiro município no Algarve a ver emitidos títulos de residência no âmbito do “SEF vai à Escola” que, integrado no Plano de Ação do Contrato Local de Segurança deste Município, no eixo de Intervenção- Promoção da Cidadania, propõe- se efetuar um diagnóstico da população estrangeira estudante do ensino básico e secundário dos vários Agrupamentos do concelho e promover a sua regularização documental, numa ação conjunta do SEF, nomeadamente da delegação de Portimão; Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares- DGEST, dos Agrupamentos de Escolas do Município e da Câmara Municipal através do CLAIM Portimão.

“Muito em breve serão entregues mais 18 títulos de residência” afirmou Isilda Gomes, Presidente da Câmara Municipal de Portimão, sendo que o objetivo é que as 111 situações diagnosticadas junto de crianças e jovens em contexto escolar no município possam estar regularizadas.

Por esta ocasião a Secretária de Estado Adjunta e da Administração Interna, Isabel Oneto realçou os resultados dos Contratos Locais de Segurança (CLS) que, “ no âmbito da prevenção, têm resultados imediatos, quer na promoção da segurança objetiva, quer no sentimento de segurança das populações”.

Neste âmbito foi enaltecida a ação do Município ao nível do CLS- Portimão que tem vindo a desenvolver ações que visam promover a integração dos imigrantes com trabalho sazonal e permitir assim a inclusão efetiva desses cidadãos, tendo sido destacada a execução do projeto “ Reviver no Meu Bairro” já em execução no bairro da Cruz da Parteira e, muito em breve, também no bairro das Cardosas que já permitiu que os habitantes dos referidos bairros tivessem beneficiado de mais de 50 ações e atividades com vista a promover a redução das vulnerabilidades sociais, a prevenção da deliquência juvenil e a promoção da cidadania e da igualdade de género.

“Portimão é um excelente exemplo de um Município que acolhe e que integra. Portimão é um concelho inclusivo”, afirmou a Secretária de Estado.

A Presidente da Câmara Municipal de Portimão por sua vez aproveitou a ocasião para solicitar a renovação do CLS por mais um ano, regozijando-se pelo trabalho de proximidade que os técnicos da autarquia têm vindo a desenvolver, nomeadamente junto da população residente nos bairros municipais abrangidos por este plano de ação, e o papel fundamental que o mesmo desempenha ao nível da integração, educação e prevenção de problemáticas sociais.

 

0
0
0
s2sdefault