• Seminário EDUCAR...o Quê, Como e Onde?

    A Não Perder

    Seminário EDUCAR...o Quê, Como e Onde?

    Ler mais

  • Música p’ra nanar na Biblioteca

    A não perder

    Música p’ra nanar na Biblioteca

    Ler mais

  • Ilustres desconhecidos | Concerto para Piano de Joly Braga Santos

    A não perder

    Ilustres desconhecidos | Concerto para Piano de Joly Braga Santos

    Ler mais

  • A não perder

    Ateliêr Grandes e Pequenos “A última paragem" de Matt de la Peña

    18 de janeiro

    Esta viagem, cheia da energia de uma cidade movimentada, dá relevo a um olhar maravilhoso, que só pode ser partilhado entre avós e netos, ganhando vida através da escrita vibrante de Matt de la Peña e das ilustrações radiantes de Christian Robinson.

  • A não perder

    Músicas às Terças | Audições comentadas por João Miguel Cunha

    Janeiro a março 2020

    De forma a abordar temas que despertem o público para uma audição mais consciente da música, João Miguel Cunha propõe-se comentar semanalmente obras de grandes compositores, com o suporte de vídeo e áudio. Os assistentes serão exortados a colaborar, colocando perguntas ou expressando ideias ou emoções, no sentido de se criar uma verdadeira tertúlia.

  • A não perder

    Histórias na Quinta

    25 de janeiro

    Como novidade nos ateliês, a Quinta Pedagógica irá iniciar uma nova atividade de sábado, as “Histórias na Quinta”, onde a Biblioteca Municipal vem à Quinta ler histórias.

  • A não perder

    Clube de Escrita Criativa para Jovens

    24 janeiro, 21 fevereiro e 6 e 20 de março 2020

    Este clube de escrita criativa tem como objetivo fomentar desde cedo nos jovens o prazer pela escrita. Será um espaço de troca de experiências e criações literárias em que o gosto pela leitura será também bem marcado.

  • A não perder

    Exposição da 19ª Corrida Fotográfica de Portimão

    7 de dezembro a 12 de abril 2020

    A exposição dos trabalhos premiados da 19ª Corrida Fotográfica de Portimão, maior maratona fotográfica a sul do Tejo – bem como a entrega dos prémios aos vencedores, está marcada para sábado, dia 7 de dezembro, às 17h00, no Museu de Portimão e estará integrado no programa oficial das Comemorações do Dia da Cidade de Portimão.

  • A não perder

    Música p’ra nanar na Biblioteca

    8 fevereiro, 14 março, 23 maio e 13 junho

    Nestas sessões de música pretende-se proporcionar à criança momentos lúdicos que o irão preparar para futuramente entender melhor a música, expressando as suas próprias ideias musicais de forma autónoma e independente.

  • A não perder

    Exposição "Estuários" de Arlindo Arez

    Até 23 de fevereiro

    Nesta exposição, o público tem a oportunidade de experienciar o trabalho desenvolvido recentemente por Arlindo Arez, artista conterrâneo e contemporâneo, de reconhecimento internacional. O tema da exposição - ESTUÁRIOS - pretende enquadrar estes trabalhos, abstratos, por conceção, numa linhagem histórica de pintura de paisagem, reinterpretada, como é claro, num registo identificável numa corrente de Expressionismo Abstrato.

  • A não perder

    Em janeiro na Casa Manuel Teixeira Gomes

    11 a 31 de Janeiro

    Em janeiro assinala-se na Casa Manuel Teixeira Gomes o bicentenário do nascimento do Báb - uma das figuras centrais da Fé Bahá'í - que preparou o mundo para a vinda de Bahá'u'lláh, o prometido de todas as épocas. Em apenas 6 anos, o impacto que a Sua vida e obra geraram foi tal que, 200 anos depois, milhões de pessoas no mundo inteiro desejam celebrar e homenagear a Sua vida e Missão.|| Consulte também a restante programação.

  • A não perder

    Hora de Conto com Autores “A aventura da pulguinha Aurora”

    1 de fevereiro

    Aurora é uma pequena pulga que se perde dos seus pais e embarca numa aliciante aventura para encontrar o caminho de volta a casa. Junta-te a ela nesta viagem e ajuda-a a decifrar o enigma que a levará ao encontro da sua família.

  • Ateliêr Grandes e Pequenos “A última paragem
  • Músicas às Terças | Audições comentadas por João Miguel Cunha
  • Histórias na Quinta
  • Clube de Escrita Criativa para Jovens
  • Exposição da 19ª Corrida Fotográfica de Portimão
  • Música p’ra nanar na Biblioteca
  • Exposição
  • Em janeiro na Casa Manuel Teixeira Gomes
  • Hora de Conto com Autores “A aventura da pulguinha Aurora”

25.ª edição do Festival decorre de 7 a 11 de agosto, com uma surpresa agendada para o dia 6 de agosto.

De 7 a 11 de agosto, a sardinha volta a ser a rainha da festa na zona ribeirinha de Portimão, em cinco noites de boa comida e muita animação musical, numa festa de cariz popular que marca o Verão algarvio e que no ano passado atraiu 50 mil visitantes em recinto aberto.
Antes, no dia 6 de agosto, véspera da abertura oficial do certame, está agendada uma grande surpresa: será feita uma recriação da descarga da sardinha, na qual participarão grupos de teatro locais, em conjunto com o Museu de Portimão. Esta viagem ao passado, com trajes, dizeres e meios de transporte de há largas décadas, contará com uma mega sardinhada popular, integrada num programa “Festa da Sardinha” que será dinamizado com a RTP1, e que nesse dia será transmitido em direto de Portimão a partir das 10h00.

A 7 de agosto arranca um dos maiores certames gastronómicos do Algarve, durante o qual as rainhas da festa, acompanhadas com batata cozida e salada à algarvia, podem ser degustadas num dos 9 restaurantes parceiros do festival: À Ravessa, Casa Bica, Dona Barca, Forte e Feio, O Meco, Peixarada, Retiro do Peixe Assado, Ú Venâncio e Zizá. Todos os estabelecimentos exibirão nas respetivas entradas a insígnia “Aqui há Sardinha!”, disponibilizando mais de dois mil lugares sentados para degustar este ex-libris portimonense.

Uma das novidades desta edição é o facto de o recinto transitar para uma zona próxima do Clube Naval de Portimão, de forma a solucionar alguns condicionamentos de espaço que se verificaram em anteriores edições. Será aí que irá dominar a boa música e animação, sempre a partir das 22h00, com o seguinte alinhamento: 7 de agosto - Amor Electro; 8 de agosto - Bárbara Bandeira; 9 de agosto - Marco Rodrigues; 10 de agosto - C4 Pedro; 11 de agosto - Expensive Soul.

Será ainda e justamente nesta zona que terá lugar outra das novidades deste ano: a possibilidade de a Sardinha no prato e no pão ser consumida no recinto do Festival, onde funcionarão quatro pontos de venda, a cargo das coletividades locais Boa Esperança Atlético Clube, Clube União Portimonense, Gejupce e Grupo Desportivo e Recreativo Alvorense.

Festival alia tradição e animação para toda a família
Toda a zona ribeirinha da cidade, entre o Museu de Portimão e a zona entre pontes, estará repleta de motivos de interesse, do artesanato à doçaria, com muita animação de rua e música a cargo de bandas e artistas da terra, em quatro locais distintos – no palco sardinha, em plena zona de restauração do recinto do festival, a anteceder os concertos no palco principal, no coreto da Praça Manuel Teixeira Gomes, no Jardim 1º de Dezembro e no “Petinga Park”, junto à antiga lota, onde os mais pequenos poderão desfrutar a título gratuito de insufláveis e diversas atividades lúdicas. Também no recinto do Festival será possível apreciar as margens do rio Arade, a zona ribeirinha de Portimão e o centro da cidade subindo a 38 metros de altura na roda gigante.

O Festival da Sardinha 2019 é uma organização da Câmara Municipal de Portimão, em parceria com a Administração dos Portos de Sines, Junta de Freguesia de Portimão, EMARP – Águas e Resíduos de Portimão, Algar e Zomato, tendo o patrocínio da Sagres, Delta Cafés e Socialgar Seguros, e o apoio do Turismo do Algarve, enquanto a Alvor FM será a rádio oficial.

Toda a programação do Festival da Sardinha poderá ser brevemente consultada em www.festivaldasardinha.pt

0
0
0
s2sdefault