• Seminário EDUCAR...o Quê, Como e Onde?

    A Não Perder

    Seminário EDUCAR...o Quê, Como e Onde?

    Ler mais

  • Música p’ra nanar na Biblioteca

    A não perder

    Música p’ra nanar na Biblioteca

    Ler mais

  • Ilustres desconhecidos | Concerto para Piano de Joly Braga Santos

    A não perder

    Ilustres desconhecidos | Concerto para Piano de Joly Braga Santos

    Ler mais

  • A não perder

    Ateliêr Grandes e Pequenos “A última paragem" de Matt de la Peña

    18 de janeiro

    Esta viagem, cheia da energia de uma cidade movimentada, dá relevo a um olhar maravilhoso, que só pode ser partilhado entre avós e netos, ganhando vida através da escrita vibrante de Matt de la Peña e das ilustrações radiantes de Christian Robinson.

  • A não perder

    Músicas às Terças | Audições comentadas por João Miguel Cunha

    Janeiro a março 2020

    De forma a abordar temas que despertem o público para uma audição mais consciente da música, João Miguel Cunha propõe-se comentar semanalmente obras de grandes compositores, com o suporte de vídeo e áudio. Os assistentes serão exortados a colaborar, colocando perguntas ou expressando ideias ou emoções, no sentido de se criar uma verdadeira tertúlia.

  • A não perder

    Histórias na Quinta

    25 de janeiro

    Como novidade nos ateliês, a Quinta Pedagógica irá iniciar uma nova atividade de sábado, as “Histórias na Quinta”, onde a Biblioteca Municipal vem à Quinta ler histórias.

  • A não perder

    Clube de Escrita Criativa para Jovens

    24 janeiro, 21 fevereiro e 6 e 20 de março 2020

    Este clube de escrita criativa tem como objetivo fomentar desde cedo nos jovens o prazer pela escrita. Será um espaço de troca de experiências e criações literárias em que o gosto pela leitura será também bem marcado.

  • A não perder

    Exposição da 19ª Corrida Fotográfica de Portimão

    7 de dezembro a 12 de abril 2020

    A exposição dos trabalhos premiados da 19ª Corrida Fotográfica de Portimão, maior maratona fotográfica a sul do Tejo – bem como a entrega dos prémios aos vencedores, está marcada para sábado, dia 7 de dezembro, às 17h00, no Museu de Portimão e estará integrado no programa oficial das Comemorações do Dia da Cidade de Portimão.

  • A não perder

    Música p’ra nanar na Biblioteca

    8 fevereiro, 14 março, 23 maio e 13 junho

    Nestas sessões de música pretende-se proporcionar à criança momentos lúdicos que o irão preparar para futuramente entender melhor a música, expressando as suas próprias ideias musicais de forma autónoma e independente.

  • A não perder

    Exposição "Estuários" de Arlindo Arez

    Até 23 de fevereiro

    Nesta exposição, o público tem a oportunidade de experienciar o trabalho desenvolvido recentemente por Arlindo Arez, artista conterrâneo e contemporâneo, de reconhecimento internacional. O tema da exposição - ESTUÁRIOS - pretende enquadrar estes trabalhos, abstratos, por conceção, numa linhagem histórica de pintura de paisagem, reinterpretada, como é claro, num registo identificável numa corrente de Expressionismo Abstrato.

  • A não perder

    Em janeiro na Casa Manuel Teixeira Gomes

    11 a 31 de Janeiro

    Em janeiro assinala-se na Casa Manuel Teixeira Gomes o bicentenário do nascimento do Báb - uma das figuras centrais da Fé Bahá'í - que preparou o mundo para a vinda de Bahá'u'lláh, o prometido de todas as épocas. Em apenas 6 anos, o impacto que a Sua vida e obra geraram foi tal que, 200 anos depois, milhões de pessoas no mundo inteiro desejam celebrar e homenagear a Sua vida e Missão.|| Consulte também a restante programação.

  • A não perder

    Hora de Conto com Autores “A aventura da pulguinha Aurora”

    1 de fevereiro

    Aurora é uma pequena pulga que se perde dos seus pais e embarca numa aliciante aventura para encontrar o caminho de volta a casa. Junta-te a ela nesta viagem e ajuda-a a decifrar o enigma que a levará ao encontro da sua família.

  • Ateliêr Grandes e Pequenos “A última paragem
  • Músicas às Terças | Audições comentadas por João Miguel Cunha
  • Histórias na Quinta
  • Clube de Escrita Criativa para Jovens
  • Exposição da 19ª Corrida Fotográfica de Portimão
  • Música p’ra nanar na Biblioteca
  • Exposição
  • Em janeiro na Casa Manuel Teixeira Gomes
  • Hora de Conto com Autores “A aventura da pulguinha Aurora”

O património cultural de diferentes concelhos do Algarve vai ser esculpido em areia na SandCity, em Lagoa, resultando duma parceria entre alguns municípios e  a  organização  deste  parque  temático  que  apresenta  a  maior  exposição  de escultura em areia já construída.


O público poderá observar o trabalho do escultor algarvio Paulo Quaresma a partir do dia 27 de julho e durante a primeira quinzena de agosto, que irá dar forma  a  cerca  de  vinte  mil  toneladas  de  areia  onde  vão  surgir,  por  exemplo, monumentos como a Fortaleza de Sagres e a Capela de Santa Guadalupe, do concelho de Vila do Bispo, aspectos arquitectónicos como a chaminés de saia em Monchique e aspectos históricos e etnográficos de Portimão, representando
a indústria conserveira.

Elementos naturais como as fontes de água e os medronhos, em Monchique, os rochedos da Praia da Rocha e as escarpas da costa vicentina serão alguns dos outros  elementos  a  ser  esculpidos,  bem  como  barcos,  pescadores  e  aves ilustrando vários aspectos da história, da natureza, da cultura do Algarve.

O  projecto  “Valorização  do  Património  Histórico  e  Cultural  Algarvio”, desenvolvida entre a SandCity e as autarquias locais tem como objectivo criar uma  sinergia  entre  os  vários  espaços  culturais  do  Algarve,  sensibilizando  os visitantes para o que está mais perto e proporcionando descontos para quem visite mais que um destes espaços emblemáticos do Algarve.

A  SandCity  é  o  maior  parque  temático  de  esculturas  em  areia  do  mundo, concebida  pela  equipa  que  durante  os  últimos  dezassete  anos  realizou  no Algarve o FIESA, o Festival Internacional de Esculturas em Areia, apresentando,
agora, uma maior exposição e propondo várias actividades culturais e lúdicas aos visitantes, como workshops de escultura em areia, mini-golfe, peddy pappers e jogos sobre a exposição, além de espaços de lazer e restauração. Para esta nova exposição foram utilizadas 65 mil toneladas de areia para esculpir o tema “A volta ao mundo”, com esculturas que ilustram monumentos, animais e pessoas dos vários continentes, valorizando as tradições, a arte e o desporto dos vários países.

Desde a conceção deste novo projecto de escultura em areia que a organização acalenta  a  ideia  de  dedicar  uma  parte  da  exposição  ao  património  algarvio, integrado  na  Volta  ao  Mundo,  sensibilizando,  assim,  os  visitantes  para  o
património cultural e histórico da região onde está a SandCity. Para já, aderiram a esta iniciativa a Direção Regional de Cultura do Algarve e os concelhos de Vila do Bispo, Portimão e Monchique, que propuseram alguns dos temas a ser representados e que melhor identificam o seu concelho, decorrendo, agora, acordos para virem a ser esculpidos na SandCity elementos do património cultural dos outros concelhos algarvios.

A SandCity estará aberta todos os dias entre as 10h00 e as 00h00, podendo ser visitada de dia e de noite, quando as esculturas são iluminadas por jogos de luzes.

0
0
0
s2sdefault