• 357ª Feira de São Martinho

    A não perder

    357ª Feira de São Martinho

    Ler mais

  • I Jornadas Sociais de Portimão

    Notícias

    I Jornadas Sociais de Portimão

    Ler mais

  • IV Festival Internacional de Piano do Algarve

    A não perder

    IV Festival Internacional de Piano do Algarve

    Ler mais

  • A não perder

    357ª Feira de São Martinho

    8 a 17 de novembro

    Neste que é um dos polos incontornáveis de animação outonal no concelho, e que volta a ter lugar, como habitual, no Parque de Feiras e Exposições de Portimão, não vão faltar as tradicionais castanhas assadas, as farturas, as pipocas, o pão com chouriço e outros petiscos tentadores nos bares e tasquinhas existentes no recinto, assim como vários espaços de animação com jogos diversos, ‘carrinhos de choque’ e carrosséis, numa feira que promete fazer as delícias de miúdos e graúdos.

  • A não perder

    Teatro-documentário "Pelos que andam sobre as águas do mar"

    19 de novembro

    Inspirado na obra “Os Pescadores”, de Raul Brandão, no trabalho de investigação realizado nas comunidades piscatórias de Portimão, Nazaré, Sesimbra, Setúbal e Montijo, e na investigação antropológica de Vanessa Amorim, o projeto tem o Museu de Portimão como parceiro, conta com a participação das atrizes Ana Lúcia Palminha e Suzana Branco e é encenado por Miguel Jesus.

  • A não perder

    Histórias na Quinta

    23 de novembro

    Como novidade nos ateliês, a Quinta Pedagógica irá iniciar uma nova atividade de sábado, as “Histórias na Quinta”, onde a Biblioteca Municipal vem à Quinta ler histórias.

  • A não perder

    Ateliê Grandes e Pequenos "A fada Oriana” de Sophia de M. Breyner Andresen

    16 de novembro

    Em A Fada Oriana, encontramos o dom da proteção sobre os seres mais frágeis que vivem numa floresta, encontramos as tão humanas oscilações entre a solidariedade, o sentido da responsabilidade e o egoísmo e a vaidade. Encontramos, como é próprio de muitos contos tradicionais e para a infância, as peripécias de uma luta entre o bem e o mal.

  • A não perder

    Apresentação do livro “Crónicas ao correr do tempo” de João Miguel Cunha

    23 de novembro

    Desde jovem tem desenvolvido o gosto pela escrita. Os contactos com gente diferente, em terras diferentes, serviram de inspiração para passar ao papel uma série de crónicas, pequenas histórias e impressões de viagem que, agora, na serenidade da aposentadoria, editou no livro “Crónicas ao correr do Tempo”.

  • Notícias

    Programação Desportiva CED 2019 - Novembro

    1 a 30 novembro

    Conheça a programação do mês de novembro na CED 2019.

  • A Não Perder

    Exposição "João César, A Magia do Acordeão"

    Até 24 de novembro

    Uma homenagem da Câmara Municipal de Portimão e do Executivo da Junta de Freguesia de Portimão ao acordeonista portimonense, que começou a tocar aos 16 anos a solo, e também em conjuntos musicais por todo o país.

  • 357ª Feira de São Martinho
  • Teatro-documentário
  • Histórias na Quinta
  • Ateliê Grandes e Pequenos
  • Apresentação do livro “Crónicas ao correr do tempo” de João Miguel Cunha
  • Programação Desportiva CED 2019 - Novembro
  • Exposição

 O Município de Portimão assinala esta quinta-feira, 24 de outubro, o Dia Municipal para a Igualdade de Género com uma iniciativa que reúne à conversa mulheres que no seu dia a dia fazem a diferença no combate às desigualdades e exclusão social e promovem o papel ativo da mulher na sociedade.

 

A partir das 15h00, no Café Concerto do TEMPO, Assunção Fernandes, Presidente da Associação de Solidariedade Social Assomada; Mariana Santos, Fundadora e CEO de Chicas Poderosas e Tânia Costa, empreendedora e gestora de marketing digital irão partilhar as suas histórias de vida, num exercício inspirador de desconstrução de estereótipos de género.

Assunção Fernandes, lidera há 25 anos um projeto pioneiro de integração social através do desporto junto da comunidade cabo-verdiana em Linda-a-Velha, tendo desenvolvido noutras áreas sociais de intervenção prioritária do Concelho de Oeiras. O seu trabalho tem sido alvo das mais diversas distinções, com destaque para a condecoração atribuída pelo Presidente da República de Cabo Verde em 2008, sendo que em 2016 foi distinguida pela Federação de Andebol e eleita personalidade do ano.

Depois de quase três anos a formar mulheres na América Latina, Mariana Santos, de regresso a Portugal, cria em 2013 o projeto Chicas Poderosas. Uma comunidade global com “hubs” em 18 países que promove a liderança feminina e visa trazer cada vez mais mulheres para a tecnologia e ajudá-las a empreender no mercado dos media. Na base do seu percurso está a disciplina que ganhou como atleta da Portinado, sob a direção do treinador Paulo Costa, que lhe incutiu valores de liderança, disciplina e espírito de equipa.

Tânia Costa, assume-se como uma empreendedora e gestora de marketing digital, sempre à procura de novos desafios e oportunidades. Co-fundadora de várias startups Meduse; Citycheck e Citycheck tem vindo a desempenhar um papel ativo na área do empreendedorismo.

Terminada a Conversa com Mulheres que Querem Mudar o Mundo no Café Concerto do TEMPO, segue-se um momento cultural pela Dança Mais- Escola de Dança de Portimão, por volta das 17h00, no Jardim 1º de dezembro.

Simultaneamente decorrerá na Cruz da Parteira, no âmbito do projeto Reviver o meu bairro, uma “Tarde de Curtas e Debates” com a visualização de filmes resultado de iniciativas de agências, sindicatos, entre outros , entre as 14h e as 18h, dirigida aos moradores e utentes do Bairro Cruz da Parteira com o objetivo de sensibilizar para o tema «Igualdade, Inclusão, Participação» proposto este ano pela CIG- Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género, no âmbito do Dia Municipal para a Igualdade.

Segundo dados da EuroStat, datados de 7 de Março de 2019, Portugal tem a 5ª menor % de mulheres no governo da União Europeia, por cada euro que o homem ganha, a mulher ganha 82,5 cêntimos e, somente 15% das ruas em Portugal tem nomes próprios de mulheres. Três bons exemplos da desigualdade de género em Portugal, justificando a necessidade de sinalizar esta data e de todos os dias lutarmos por esta causa.


Recorde-se que o Município tem em curso o Plano Municipal para a Igualdade de Género (2017-2021), com vista a contribuir ativamente para a promoção da Igualdade de Género consciencializando todos os que aqui vivem ou trabalham para as questões que a temática envolve quanto à linguagem, à parentalidade, aos direitos laborais, ao combate de estereótipos e sobretudo ao respeito de cada um. A implementação passa exatamente pelo desenvolvimento de ações de informação, sensibilização e formação sobre várias temáticas inseridas na defesa dos direitos das mulheres e promoção da igualdade de género que envolvam toda a comunidade.

 

0
0
0
s2sdefault