• Concerto para Piano e Orquestra de Saint-Saëns

    A não perder

    Concerto para Piano e Orquestra de Saint-Saëns

    Ler mais

  • Seminário EDUCAR...o Quê, Como e Onde?

    A Não Perder

    Seminário EDUCAR...o Quê, Como e Onde?

    Ler mais

  • 4ª edição dos “ENTRELAÇADOS”

    Notícias

    4ª edição dos “ENTRELAÇADOS”

    Ler mais

  • A não perder

    Concerto para Piano e Orquestra de Saint-Saëns

    25 janeiro

    O pianista António Rosado interpretará o Concerto n.º 2 para Piano e Orquestra de Saint-Säens, um famoso ilustre desconhecido do público algarvio. A Orquestra Académica Metropolitana de Lisboa, sob a direção de Jean-Marc Burfin, acompanhará o solista neste concerto.

  • A não perder

    Seminário "Educar... o quê, como e onde?"

    30 janeiro

    Com o objetivo de perspetivar a inclusão e flexibilidade da escola enquanto promotora de melhores aprendizagens, a Câmara Municipal de Portimão organiza no dia 30 de janeiro o seminário “Educar… o quê, como e onde?”, que juntará no TEMPO – Teatro Municipal de Portimão alguns especialistas nacionais em diversos temas.

  • Notícias

    I Jornadas de Enfermagem de Cirurgia Colorrectal do Algarve

    30 e 31 janeiro

    Organizado pelo Grupo de Cirurgia Colorrectal da Unidade de Portimão do Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA) em parceria com consórcio Algarve Biomedical Center (ABC), e com o apoio da Câmara Municipal de Portimão, as I Jornadas de Enfermagem de Cirurgia Colorrectal do Algarve é um evento técnico-científico que irá reunir no auditório do Museu de Portimão dezenas de profissionais de enfermagem, promovendo a partilha de conhecimentos e experiências, nesta área específica.

  • Notícias

    4ª edição dos “ENTRELAÇADOS”

    7 a 16 de fevereiro

    A 4ª edição do “Entrelaçados - Festival de Dança Contemporânea” decorre de 07 a 16 de fevereiro de 2020, em Portimão, Lagos e Silves e trará consigo espetáculos de dança contemporânea, que contam com nomes como Miguel Ramalho, Gustavo Oliveira ou a Companhia de Dança de Almada, assim como performances de rua e de novo circo, uma exposição de fotografia sob o tema “Algarve, Dança e Arte” e uma prova de vinhos.

  • A não perder

    Música p’ra nanar na Biblioteca

    8 fevereiro, 14 março, 4 abril e 13 junho

    Nestas sessões de música pretende-se proporcionar à criança momentos lúdicos que o irão preparar para futuramente entender melhor a música, expressando as suas próprias ideias musicais de forma autónoma e independente.

  • A não perder

    Clube de Escrita Criativa para Jovens

    24 janeiro, 21 fevereiro e 6 e 20 de março 2020

    Este clube de escrita criativa tem como objetivo fomentar desde cedo nos jovens o prazer pela escrita. Será um espaço de troca de experiências e criações literárias em que o gosto pela leitura será também bem marcado.

  • A não perder

    Histórias na Quinta

    25 de janeiro

    Como novidade nos ateliês, a Quinta Pedagógica irá iniciar uma nova atividade de sábado, as “Histórias na Quinta”, onde a Biblioteca Municipal vem à Quinta ler histórias.

  • A não perder

    Em janeiro na Casa Manuel Teixeira Gomes

    11 a 31 de Janeiro

    Em janeiro assinala-se na Casa Manuel Teixeira Gomes o bicentenário do nascimento do Báb - uma das figuras centrais da Fé Bahá'í - que preparou o mundo para a vinda de Bahá'u'lláh, o prometido de todas as épocas. Em apenas 6 anos, o impacto que a Sua vida e obra geraram foi tal que, 200 anos depois, milhões de pessoas no mundo inteiro desejam celebrar e homenagear a Sua vida e Missão.|| Consulte também a restante programação.

  • A não perder

    Músicas às Terças | Audições comentadas por João Miguel Cunha

    Janeiro a março 2020

    De forma a abordar temas que despertem o público para uma audição mais consciente da música, João Miguel Cunha propõe-se comentar semanalmente obras de grandes compositores, com o suporte de vídeo e áudio. Os assistentes serão exortados a colaborar, colocando perguntas ou expressando ideias ou emoções, no sentido de se criar uma verdadeira tertúlia.

  • A não perder

    Exposição da 19ª Corrida Fotográfica de Portimão

    7 de dezembro a 12 de abril 2020

    A exposição dos trabalhos premiados da 19ª Corrida Fotográfica de Portimão, maior maratona fotográfica a sul do Tejo – bem como a entrega dos prémios aos vencedores, está marcada para sábado, dia 7 de dezembro, às 17h00, no Museu de Portimão e estará integrado no programa oficial das Comemorações do Dia da Cidade de Portimão.

  • A não perder

    Exposição "Estuários" de Arlindo Arez

    Até 23 de fevereiro

    Nesta exposição, o público tem a oportunidade de experienciar o trabalho desenvolvido recentemente por Arlindo Arez, artista conterrâneo e contemporâneo, de reconhecimento internacional. O tema da exposição - ESTUÁRIOS - pretende enquadrar estes trabalhos, abstratos, por conceção, numa linhagem histórica de pintura de paisagem, reinterpretada, como é claro, num registo identificável numa corrente de Expressionismo Abstrato.

  • A não perder

    Hora de Conto com Autores “A aventura da pulguinha Aurora”

    1 de fevereiro

    Aurora é uma pequena pulga que se perde dos seus pais e embarca numa aliciante aventura para encontrar o caminho de volta a casa. Junta-te a ela nesta viagem e ajuda-a a decifrar o enigma que a levará ao encontro da sua família.

  • A não perder

    Rui Sinel de Cordes - "O Início"

    15 fevereiro

    O Início", com data marcada para 15 de fevereiro, relata a história da Humanidade até 2020, vista pelos olhos de Rui Sinel de Cordes como ele acha que tudo aconteceu.

  • A não perder

    Start Work V

    5, 6 e 7 de março

    A “Start Work” volta a reunir empresas e instituições públicas e privadas da região, com atendimento presencial aos visitantes, num certame que visa promover a divulgação de ofertas de emprego e estágios profissionais, programas e medidas de apoio ao investimento, formação profissional, ensino secundário regular e profissionalizante e ensino superior, disponibilizadas por empresas e instituições de ensino públicas e privadas, politécnicas e universitárias existentes no município e região do Algarve.

  • Concerto para Piano e Orquestra de Saint-Saëns
  • Seminário
  • I Jornadas de Enfermagem de Cirurgia Colorrectal do Algarve
  • 4ª edição dos “ENTRELAÇADOS”
  • Música p’ra nanar na Biblioteca
  • Clube de Escrita Criativa para Jovens
  • Histórias na Quinta
  • Em janeiro na Casa Manuel Teixeira Gomes
  • Músicas às Terças | Audições comentadas por João Miguel Cunha
  • Exposição da 19ª Corrida Fotográfica de Portimão
  • Exposição
  • Hora de Conto com Autores “A aventura da pulguinha Aurora”
  • Rui Sinel de Cordes -
  • Start Work V

A Biblioteca Municipal Manuel Teixeira Gomes, de Portimão, comemora, no próximo dia 6 de novembro, 26 anos de muitas histórias para contar ao serviço da comunidade local.

As comemorações vão ser assinaladas em três dias e através de cinco atividades para diferentes públicos. No dia de aniversário, dia 6 de novembro, às 14h30, destaque para o “O Algarve de Sophia”, um recital com poemas e canções de tributo a Sophia de Mello Breyner, por Afonso Dias no âmbito das Comemorações do Centenário do Nascimento de Sophia de Mello Breyner 1919 – 6 de novembro. O público-alvo são as escolas secundárias e carece de inscrição prévia. É conhecida a relação íntima e profunda de Sophia de Mello Breyner Andresen com o Algarve. Desde muito jovem que ela se apaixonou por este sul e este mar, por estes lugares e esta luz, por esta gente e estas cores, que lhe lembravam a Grécia, primordial na sua formação de poeta e na visão filosófica que lhe modelou a cidadania exemplar. No mesmo dia, mas às 21h00, a comunidade é convidada a assistir ao espetáculo de Afonso Dias com “Fado Aleixo”, numa homenagem ao grande poeta algarvio nos 120 anos do seu nascimento (1899). “Fado Aleixo” é um tributo ao mais criativo e sagaz dos poetas algarvio – António Aleixo. Afonso Dias traz o poeta Aleixo de regresso ao Fado Tradicional, que ele mesmo cantava. Um algarvio, um herói popular, um poeta superior.
Nos dias 8 e 9 de novembro serão dias dedicados à escritora Margarida Fonseca Santos, autora reconhecida e muito querida do público que tem uma grande parte das suas obras no Plano Nacional de Leitura. Publicou o seu primeiro livro para crianças há vinte e um anos. Desde esse instante, nunca mais parou de escrever para este público, um verdadeiro desafio que se transformou numa grande paixão. No dia 8, pelas 16h00, a escritora irá ministrar uma ação de Formação intitulada “Escrever para ler” dirigida a professores bibliotecários, técnicos de Biblioteca, professores e educadores. A inscrição deverá ser realizada previamente na Biblioteca Municipal. À noite, pelas 21h00 a Biblioteca recebe uma Sessão de Contos gratuita para Adultos pela Margarida Fonseca Santos.

“Razões para Escrever” (NósNaLinha, 2019), de Margarida Fonseca Santos, conta-nos o percurso da autora, mas simultaneamente a relevância para entrar no jogo da palavra escrita, da escrita lúdica, onde se desafiam as regras rígidas de gramática e da sintaxe – o que importa é “desbloquear” para brincar com a palavra. “O meu campo são as palavras”, escreve Margarida no início do livro, aconselhando-nos a arrumá-las, desarrumá-las e voltar a arrumá-las numa folha branca.  O que importa é escrever, escrever, escrever.

No sábado, dia 9 novembro, pelas 16h00, crianças e jovens são convidados a passar uma tarde bem animada com uma Sessão de Contos gratuita. Margarida Fonseca Santos é autora de livros como “Altamente”, “O Boião Mágico” e “Uma Questão de Azul-Escuro”, e de coleções como “O Reino de Petzet” e, em coautoria com Maria João Lopo de Carvalho, “Os 7 Irmãos”. Além de escrever para crianças, adultos e teatro, trabalha na área da escrita criativa e do treino mental, algo que ficou do tempo em que se dedicava à Pedagogia e à Formação Musical. A coleção ”A Escolha É Minha” é o reflexo de todo este percurso.

PROJETOS DA BMMTG
Ao longo dos seus 26 anos de existência, têm sido promovidas inúmeras iniciativas dirigidas a pais e filhos, avós e netos, as quais constituem excelentes oportunidades para a partilha de experiências e saberes entre gerações. De referir que a Biblioteca pertence ao grupo de trabalho das bibliotecas municipais do Algarve – em formalização a Rede de Bibliotecas do Algarve com o apoio da AMAL e DGLAB - Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas e tem projetos marcantes na comunidade, como o Clube de Leitura, a Recolha e Reutilização de Manuais Escolares, os Padrinhos da Leitura e ainda as Férias de Verão “5 Histórias, 5 Semanas e 1 Noite”.

Além dos serviços habituais de consulta local de documentos, jornais, publicações de carácter periódico e internet, ou dos empréstimos domiciliários, a Biblioteca Municipal Manuel Teixeira Gomes possui um valioso fundo documental, que incide sobretudo na região algarvia e nas suas gentes e assinala várias efemérides como o Natal, a Páscoa, o Halloween, o Dia do Pijama, o Carnaval e o Março Jovem com a comunidade escolar.
NÚMEROS

Neste 26º aniversário, importa realçar números que marcam a diferença. A Biblioteca Manuel Teixeira Gomes tem 18.500 utilizadores inscritos, tem 80.000 documentos disponíveis, tem 175 utilizadores diários, tem 50 crianças por cada sessão educativa, tem 30 acessos Wi-Fi diários, tem 50 consultas de internet diárias e 70 documentos emprestados diários. Para além destes dados importa referir que este equipamento presta apoio às 16 bibliotecas escolares do concelho e apoia o Prémio Nacional de Leitura, o Prémio Literário Manuel Teixeira Gomes e a Feira do Livro.

Envergando o nome de um dos mais ilustres cidadãos portimonenses e reconhecido escritor, a Biblioteca Municipal Manuel Teixeira Gomes é hoje um espaço privilegiado de leitura e contacto com o universo da literatura. Promover e desenvolver serviços e atividades diversificadas que contribuam para o acesso livre da comunidade ao conhecimento, à cultura e à informação, é a grande missão deste espaço que faz parte das infraestruturas concelhias de cultura e que pertence à Rede Nacional de Leitura Pública.

Nas duas últimas décadas e meia, passaram por este espaço consagrado à literatura e às leituras destacadas personalidades, de José Saramago a Lídia Jorge, sem esquecer Álvaro Cunhal, Ernâni Lopes, Pepetela, José Fanha, Fernando Rosas, Daniel Sampaio, Glória Marreiros, Gonçalo Ribeiro Teles, Isabel Alçada, Manuel Alegre, Mia Couto, José Eduardo Agualusa e tantos outros.

 

0
0
0
s2sdefault