• Março é Jovem e ‘100% Covid Free’

    Notícias

    Março é Jovem e ‘100% Covid Free’

    Ler mais

  • V Festival Internacional de Piano do Algarve

    A não perder

    V Festival Internacional de Piano do Algarve

    Ler mais

  • “Portimão à Mesa” apoia a restauração local

    Notícias

    “Portimão à Mesa” apoia a restauração local

    Ler mais

23.12.2020

Acordo de cooperação permite a utilização de instalações com refeitório e balneários até março do próximo ano.

Vai ser ativado em Portimão a partir desta quarta-feira, 23 de dezembro, um abrigo temporário para pessoas em situação de sem-abrigo, que funcionará até ao final de março de 2021, no âmbito do trabalho desenvolvido pelo NPISA - Núcleo de Planeamento e Intervenção Sem Abrigo de Portimão.
 
Depois da experiência positiva ocorrida em janeiro e fevereiro passado nas instalações da Stª Casa da Misericórdia de Portimão, este novo abrigo ocupará um espaço atualmente gerido pelo MAPS - Movimento de Apoio à Problemática da SIDA e adjacente às suas instalações, situadas na Avenida Guanaré, junto à zona ribeirinha de Portimão.
 
Como novidade relativamente às condições proporcionadas no início de 2020, e para além de permitir acolher durante todo o inverno pessoas em situação de sem-abrigo, que aí poderão pernoitar entre as 20h00 e as 8h00, este novo espaço também está apetrechado com refeitório, o que possibilitará aos utilizadores beneficiarem de serviço de refeições, possuindo igualmente balneários separados, masculino e feminino.
 
Para a concretização deste objetivo, foi celebrado no passado dia 16 de dezembro um acordo de cooperação entre o Município de Portimão e o MAPS, bem como as Junta de Freguesia de Alvor, Mexilhoeira Grande e Portimão, o Centro Hospitalar Universitário do Algarve, as Santas Casas da Misericórdia de Portimão, Alvor e Mexilhoeira Grande, a APF - Associação para o Planeamento da Família, o GRATO – Grupo de Apoio aos Toxicodependentes e a Cruz Vermelha Portuguesa - Núcleo de Portimão, para a concretização, implementação e criação do abrigo temporário, estando contemplada uma comparticipação financeira por parte da autarquia no valor de 11.730 euros, destinada a despesas com recursos humanos e funcionamento do local.
 
Ainda na estratégia de apoio às pessoas em situação de sem-abrigo, o MAPS assinou este mês um acordo com a Segurança Social, no qual se prevê o ingresso de Portimão na lista dos concelhos que vão adotar a solução dos apartamentos partilhados para sem-abrigo, o que irá permitir acolher mais dez pessoas no próximo ano.
 
Natal especial para quem mais precisa
 
No âmbito da quadra festiva, e para além destas medidas de alcance social, a população em situação de sem-abrigo recebe por estes dias roupas e agasalhos, bem como refeições e prendas de Natal, com a participação do núcleo local da Cruz Vermelha Portuguesa, do GRATO, da APF - Projeto Rio e do MAPS.