• II Fórum ”Combate ao Desperdício Alimentar

    Notícias

    II Fórum ”Combate ao Desperdício Alimentar

    Ler mais

  • Portugal a Dançar | Workshops

    A não perder

    Portugal a Dançar | Workshops

    Ler mais

  • Semana Europeia do Desporto

    Notícias

    Semana Europeia do Desporto

    Ler mais

  • Semana Europeia do Desporto
  • II Fórum ”Combate ao Desperdício Alimentar - uma causa de todos”
  • Rota do Petisco 2021
  • Exposição de fotografia 'Aequilibrium'
  • Exposição de pintura e escultura 'Troca Tintas'
  • O palco é teu
  • II Torneio de Andebol de Masters Internacional 2021
  • A noite de Molly Bloom | ACTA - A Companhia de Teatro do Algarve
  • Campanha “Portimão. Sempre Perfeito”
  • Exposição de Fotografia
  • Exposição
  • Exposição
  • Use Máscara para proteção de todos

03.07.2021

Vacinação em massa, menos restrições para quem tem certificado de vacinação ou teste válido e apoios extraordinários às empresas estiveram na agenda de trabalhos

Face ao aumento de casos de Covid-19 na área do concelho nas últimas semanas e ao impacto que o reforço das medidas de confinamento terá na economia local, a presidente da Câmara Municipal de Portimão, Isilda Gomes, esteve ontem ao fim do dia reunida em videoconferência com a secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, a quem manifestou a sua apreensão perante o futuro próximo, em especial no que toca ao setor turístico, pedindo a tomada de medidas urgentes.

A autarca teve oportunidade de referir “não compreender porque não existiu um reforço atempado da vacinação no Algarve, pois, ao ser uma região turística por excelência, seria fundamental que as empresas algarvias estivessem a operar com a maior normalidade possível nesta época do ano.” Além disso, Isilda Gomes receia que a situação na região “esteja a afastar também o turismo interno, com impactos muito negativos para o nosso tecido económico.”

“Com o cenário que temos pela frente, de um verão muito mau e consequente hecatombe económica para a nossas empresas a partir de outubro”, a presidente propôs à governante “deixar cair as restrições à economia para pessoas com certificado de vacinação ou teste com 24 horas, de forma a incentivar a vacinação em massa e, simultaneamente, proteger o nosso tecido económico, permitindo às empresas trabalhar.”

Isilda Gomes foi mais longe e defendeu “o reforço imediato da vacinação, aberta a todos os cidadãos que se queiram vacinar, independentemente das faixas etárias, permitindo a aceleração do processo.”

Medida não menos importante, a autarca também solicitou “apoios extraordinários do Governo às empresas do Algarve, para mitigar os efeitos de um verão sem turismo.”

Como ideia-chave desta reunião virtual, Isilda Gomes pediu a Rita Marques a tomada de medidas urgentes, “garantindo que as pessoas se vacinem o mais rápido possível, e em massa, para se atingir a imunidade de grupo, permitindo às nossas empresas trabalhar rapidamente, pois só assim será possível vencermos isto.”