• Isilda Gomes - carta aberta sobre o Mundial de Fórmula 1 e o MotoGP

    Notícias

    Isilda Gomes - carta aberta sobre o Mundial de Fórmula 1 e o MotoGP

    Ler mais

  • Dia Municipal para a Igualdade de Género

    Notícias

    Dia Municipal para a Igualdade de Género

    Ler mais

  • NOVA DATA / Kristina Miller | 4.º Festival Internacional de Piano do Algarve

    A não perder

    NOVA DATA / Kristina Miller | 4.º Festival Internacional de Piano do Algarve

    Ler mais

Sob o mote da diversidade cultural, Portimão irá viver uma semana dedicada à Interculturalidade, de 25 de maio a 3 de junho, através de um programa de atividades com vista a promover a partilha de experiências e o convívio entre as várias comunidades, sensibilizando todos os cidadãos para a importância da construção de uma sociedade mais justa, igualitária e intercultural.

A gastronomia irá marcar de forma especial a Semana Intercultural, com um convite para saborear o “Mundo à Mesa”, em oito restaurantes multiculturais da cidade que, de 25 de maio a 3 de junho terão menus dedicados à interculturalidade, pelo preço especial de cinco euros por prato.

Uma oportunidade para degustar pratos como a Cachupa (milho, feijão, carne, frango) à mesa do Espaço Cabo Verde; o Fricandel (2 salsichas com batatas fritas com um molho de maionese e ketchup) no Holandês dos Caracóis; Mici La Gratar ( salsicha típica Moldava-carne de vaca, acompanhada com puré de batata e salada de cenoura) no restaurante A Sanzala; Bobó de Camarão (camarão com creme dê mandioca) no restaurante Michelle Grill2; Pizza Capricciosa (Pizza com tomate, queijo, fiambre e azeitona) no Restaurante Pizza e Companhia do Arade ou Sushi no “Kimushi” e Massa Grelhada com Frango no restaurante “Sunshine” ou e até mesmo “O Pão do Caçador” (pão, ovo frito, lombo de porco à Milanesa, e molho de cogumelos) na “Shop & Café Koiva Scandinavian Produts” .

Os mais novos serão também desafiados a viver a diversidade através da leitura de um “Diário de um Migrante”, de Maria Inês Almeida no dia 26 de maio, pelas 16h00, na atividade “Histórias para ouvir e contar” na Biblioteca Manuel Teixeira Gomes que inclui também uma Oficina de Ilustração “Se eu fosse um pássaro migrante”, dinamizada pela ilustradora do livro, Ana Sofia Gonçalves, destinada a crianças entre os 4 e os 10 anos, com a participação gratuita, mas de inscrição prévia no local ou através do telefone 282480476 ou email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..

Esta é a história de um pássaro que tem que abandonar o seu país, a sua casa família e amigos. Um livro que deixa uma mensagem de esperança parar todos aqueles que também perderam as suas asas e têm de recomeçar e que nos dias 29 e 30 de maio, será explorado pelo público escolar, no âmbito da atividade “Contos Cá e Lá” que tem lugar habitualmente na Biblioteca Manuel Teixeira Gomes.

Durante a Semana Intercultural de Portimão não vai faltar também muita música, dança e até cinema francês, envolvendo a participação ativa de diferentes públicos, para além da comunidade escolar, com especial relevo para diversas associações locais de imigrantes (recreativas e desportivas).

A 29 de maio celebra-se duplamente o Dia dos Vizinhos e o Dia Municipal do Imigrante e Diversidade Cultural, num ambiente de grande animação e convívio. A partir das 14h00, a Festa da Boa Vizinhança faz do Centro Comunitário da Coca Maravilhas o ponto de encontro para os maoradores dos bairros municipais e utentes dos Centros de Convívio Sénior do Município para uma tarde de baile e caracolada.

À noite, pelas 21h30, sobe ao palco do auditório do Museu de Portimão a “Lusofonia em Poemas e Canções” por Afonso Dias & Amigos. Um espetáculo, com entrada livre, que é uma viagem pelos oito países de língua portuguesa, numa evocação da aventura da descoberta, numa visita aos seus mais ilustres poetas. Camões e Vinicius, Craveirinha e Sophia, Alda Lara e Viriato da Cruz e muitos mais ... Um mundo de poemas e canções de Portugal, Cabo Verde, Angola, Brasil.

Ainda na Biblioteca Manuel Teixeira Gomes, no dia 30 de maio, tem lugar a “Biblioteca Viva”, uma iniciativa promovida pela associação Dypall, uma rede internacional de organizações, sediada no concelho e focada na promoção da cidadania e participação activa dos jovens que, neste dia, convida todos os leitores interessados a juntarem-se , a partir das 16h30, à conversa com alguns livros. Cada livro é representado por uma pessoa que partilhará a sua história enquanto voluntário internacional, migrante, alguém que já viveu noutro país, no presente ou no passado.

O Cinema Francês é exibido, no auditório do Museu de Portimão, a partir das 21h30, de dia 30 de maio, numa iniciativa da Alliance Française Algarve que todos os meses convida a ver bom cinema francês, com “O Filme do Mês” neste caso o policial “LÁffaire Ski”, do realizador Frédéric Tellier.

Porque a gastronomia, mesmo junto dos mais pequenos, promove por excelência a interculturalidade, na Quinta Pedagógica haverá espaço para a realização de Ateliers de Culinária durante a manhã de sábado, dia 2 de junho. Às 11h00, com o apoio da Associação A CAPELA haverá lugar para a confeção de um bolo tadicional da Moldávia e, uma hora depois terá lugar um workshop de confeção de pizzas, atividades que farão as delícias de crianças a partir dos 4 anos que poderão inscrever-se no local, mediante o custo simbólico de 1 euro.

Ao final do dia, a partir das 19h00, no auditório do Museu de Portimão, tem lugar o “II Encontro de Culturas”, um espetáculo de música, danças e cultura de vários cantos do mundo que contará com a participação do Estúdio “Mixdance” da C.A.P.E.L.A; Estúdio de conto “ArtKlass” – Associação M.I.R. de Lisboa; Teatro Musical amador “Aurora” de Lisboa e BayanMix de Albufeira, entre outros, num momento de interculturalidade por excelência.

A Semana Intercultural de Portimão surgiu no âmbito do Plano Municipal para a Integração do Imigrante e marca a agenda anual de atividades do CLAIM- Centro Local de Apoio e Integração de Migrantes, numa aposta clara do Município numa política de inclusão para “bem” acolher, assumindo-se cada vez mais como uma cidade tolerante e solidária para com os migrantes de mais de 60 nacionalidades diferentes que aqui vivem e trabalham.

Programa completo da Semana Intercultural de Portimão AQUI »»