46.ª Volta ao Algarve em Bicicleta arranca em Portimão com pelotão de luxo

 A 46.ª edição da Volta ao Algarve arranca novamente da zona ribeirinha de Portimão, no dia 19 de fevereiro, estando marcado para as 12h00 o tiro de partida da etapa inicial, uma longa tirada especialmente do agrado dos sprinters, que terminará em Lagos após 195,6 quilómetros.

A “Algarvia” estará na estrada de 19 a 23 de fevereiro, com um pelotão de excelência, do qual fazem parte sete campeões olímpicos, mundiais e europeus, além de mais de duas dezenas de ciclistas do top 100 mundial.

Sendo a Volta ao Algarve um evento desportivo que junta amantes do ciclismo de várias gerações, a partida da 46ª edição contará, com o programa “O Ciclismo Vai à Escola”, que estará presente na zona ribeirinha de Portimão, entre as 10h00 e as 12h00, permitindo aos ciclistas de palmo e meio o contacto direto com a bicicleta e os ídolos do ciclismo.

No dia da partida, haverá congestionamentos de trânsito, devidamente sinalizados no local, sendo os automobilistas orientados pelas autoridades competentes, por forma a garantir que a circulação flua com normalidade.

À partida, o pelotão terá 175 corredores em representação de 25 equipas, 12 das quais WorldTeams, considerada a liga dos campeões do ciclismo mundial. Destaque para quatro das cinco melhores do ranking mundial: a belga Deceuninck-QuickStep (1.ª), a alemã Bora-hansgrohe (2.ª), a UAE Team Emirates (4.ª) e a cazaque Astana Pro Team (5.ª). O lote de coletivos de primeira divisão completa-se com a britânica Team INEOS, a belga Lotto-Soudal, a estadunidense Trek-Segafredo, as francesas Groupama-FDJ e Cofidis Solutions Crédits, a germânica Team Sunweb, a israelita Start-Up Nation e a polaca CCC Team.

A corrida portuguesa, de categoria 2.HC, a mais elevada do circuito Europe Tour, foi este ano promovida à categoria UCI ProSeries, vai contar ainda com cinco ProTeams, o patamar imediatamente a seguir da hierarquia internacional: através das formações espanholas Caja Rural-Seguros RGA e Fundación-Orbea, das belgas Alpecin-Fenix e Circus-Wanty Gobert e da Uno-X Norwegian Development Team. O pelotão português estará representado por oito blocos continentais: Aviludo-Louletano, Atum General-Tavira-Maria Nova Lounge Hotel, Efapel, Kelly-InOutBuid-UD Oliveirense, LA Alumínios, Miranda-Mortágua, Rádio Popular-Boavista e W52-FC Porto.

Em ano de Jogos Olímpicos, estão na corrida os campeões olímpicos de estrada Greg van Avermaet (CCC Team), e de omnium-ciclismo de pista Elia Viviani (Cofidis), também campeão europeu de estrada. Vão ainda pedalar pelas estradas algarvias o campeão do mundo de contrarrelógio Rohan Dennis (Team INEOS) e o campeão da Europa da mesma disciplina Remco Evenepoel (Deceuninck-Quick-Step), além do campeão mundial de ciclocrosse e uma das figuras das clássicas na estrada Mathieu van der Poel (Alpecin-Fenix), do tricampeão mundial de contrarrelógio em sub-23 Mikkel Bjerg (UAE Team Emirates) e do campeão mundial de madison (ciclismo de pista) Roger Kluge (Lotto Soudal), sem esquecer três homens que já foram campeões mundiais de estrada - Michal Kwiatkowski (Team INEOS), Philippe Gilbert (Lotto Soudal) e o português Rui Costa (UAE Team Emirates), que regressa a esta popular corrida, na qual não competia desde 2014.

 

 

 

Email

0
0
0
s2sdefault