Portimão inaugura 14ª edição do Festival de Órgão do Algarve

25.10.2021

O concerto de arranque do 14º Festival de Órgão do Algarve terá lugar no dia 5 de novembro na Igreja Matriz de Portimão, com o organista António Esteireiro e o Coral Adágio interpretando a peça “Magnificat”, do compositor João Rodrigues Esteves.

O organista António Esteireiro, convidado regular dos principais ciclos de concertos e festivais de órgão nacionais, já se apresentou a solo em vários eventos europeus, no México e no Brasil, lecionando no Instituto Gregoriano e na Escola Superior de Música de Lisboa as disciplinas de Órgão e Improvisação.

A programação para o concerto de abertura, que pode ser consultada no seguinte endereço eletrónico: https://heyzine.com/flip-book/9743b8d09d.html, conta ainda com a participação do Coral Adágio, sob a direção de António Pereira.

Fundado em Portimão no ano de 1989, o Grupo Coral Adágio inclui no repertório peças musicais da Renascença à atualidade, da polifonia sacra aos espirituais negros, passando pela música popular, portuguesa e de outros países.

Do percurso do agrupamento destacam-se deslocações aos Açores (1998), Itália (2000), Holanda e Alemanha (2002), Espanha (2002 e 2009), atuações em diversos programas de rádio (RDP) e televisão (RTP), bem como a interpretação de missas e óperas de relevo, tendo realizado concertos com a Orquestra do Algarve e a Orquestra do Norte.

Sob direção artística do maestro António Alves Alferes Pereira, natural de Portimão, o Coral Adágio gravou em 2008 o primeiro CD exclusivo, intitulado “(L)atitudes”, tendo sido agraciado com a Medalha de Mérito Municipal graus bronze (2002) e prata (2008) pela edilidade local.

Quanto ao órgão de tubos da Igreja Matriz, restaurado há três anos, está preparado para mais uma edição do certame, que tem como objetivo continuar a conquistar público novo para usufruir de música para órgão, cativar munícipes para a preservação de instrumentos que são património cultural, divulgar música portuguesa e erudita e espalhar pela região o entusiasmo pelos órgãos históricos.

Concertos de barlavento a sotavento

No que toca ao Festival de Órgão do Algarve, organizado pela Associação Música XXI, a 14ª edição contempla nove concertos entre 5 e 28 de novembro, distribuídos por seis órgãos históricos do Algarve existentes em igrejas de Faro, Boliqueime, Tavira e Portimão, iniciando-se todos os espetáculos às 21h00, com entrada livre e sem a necessidade de reserva prévia.

Para este ano, foi selecionado um programa cuidado e diversificado, que enaltece os intérpretes jovens e de renome e os compositores portugueses, colocando em devido destaque as possibilidades sonoras e emocionais de instrumentos de tão grandes dimensões.

O 14º Festival de Órgão do Algarve 2021 conta com os apoios da Direção Regional de Cultura do Algarve e dos Municípios de Portimão, Faro, Loulé e Tavira, além do contributo à divulgação por parte da Região de Turismo do Algarve, sem esquecer as parcerias com a Diocese do Algarve, o Cabido da Sé de Faro, a Ordem do Carmo de Faro, as paróquias de Portimão, Boliqueime e Tavira, a Antena 2, o Sul Informação e a Rua FM.

Esse importante evento musical, que já faz parte do calendário cultural algarvio nesta altura do ano, pode ser acompanhado na seguinte página do Facebook: https://www.facebook.com/festivalorgaoalgarve/