Putzgrilla dão concerto solidário em Portimão- Colour Party

22.06.2022

 O GRATO irá promover no próximo dia 26 de julho o Festival Colour Party 2022 – um EVENTO SOLIDÁRIO que se destina a jovens menores e maiores e às suas famílias , promovendo estilos de vida saudáveis e contando com um os PutzGrilla em concerto.

 

O GRATO irá promover no próximo dia 26 de junho o Festival Colour Party 2022 – um EVENTO SOLIDÁRIO que se destina a jovens menores e maiores e às suas famílias e que pretende promover estilos de vida saudáveis.O Festival Colour Party realizar-se-á na Zona Ribeirinha de Portimão ( junto ao Clube Naval) com início às 16H00m e término às 24h00.

A organização pretende que este seja um dia diferente, memorável e unificador dos laços emocionais. O bilhete terá um custo de 5,00€ (cinco euros) se comprado até dia 23 de Junho, passando depois a custar 7,50€ (sete euros e meio) e incluí um saco de tinta ecológica e uma pulseira do Festival, com diferentes cores para identificar menores e maiores que poderão ter acesso bebidas alcoólicas.

O Festival contará com um concerto dos PutzGrilla que são únicos, provocativos, enérgicos e incansáveis e sabem como nenhum outro levar a multidão à loucura. Depois do lançamento do seu primeiro álbum de originais “Favela Rave”, mais de 20 milhões de views acumuladas no Youtube, e centenas de concertos, os Putzgrilla são hoje um dos projetos mais bem-sucedidos do país.Numa perfeita simbiose entre Hip-Hop, música urbana e Afrobeat, sempre com a música electrónica como fio condutor, têm no seu currículo colaborações com artistas de luxo como Supa Squad, Vado Más Ki As, Deezy, Kranium ou Anthony B, e são uma autêntica “máquina de hits”.O ano de 2020 foi marcado por dois novos lançamentos “Cupido” ft. Deezy e “Tá a Bater” Jey v e T-rex. Além da presença assídua nas maiores Semanas Académicas e Receções ao Caloiro, já passaram pelos maiores palcos nacionais como o do MEO Sudoeste, RFM SOMNII e Festival Village (Punta Umbría).

 

Breve História do GRATO

O GRATO - Grupo de Apoio aos Toxicodependentes é uma Instituição Particular de Solidariedade Social fundada a 26 de Abril de 1995. Aquando da sua fundação tinha como  objetivo principal a prestação de serviços à comunidade na área da toxicodependência.Foi criado por um grupo de 9 pessoas sensibilizadas com a problemática da adição.Focalizado na recuperação de adictos em uso, procurando manter em recuperação os adictosque regressavam dos centros de terapêuticos e de reabilitação, o GRATO organizou uma Equipa de Intervenção Direta, formada por um Psicólogo, um Conselheiro em dependência química, uma Técnica de Ação Social, uma Animadora Sociocultural, uma Socióloga, um Monitor, uma Administrativa e uma Gestora.

Através duma avaliação de motivação dos utentes, realizada por esta Equipa de Intervenção Direta, o GRATO procede ao encaminhamento de utentes para centros de tratamento e insere-os em atividades terapêuticas. Para o efeito foi iniciado um projeto de Apartamento de Reinserção Social com capacidade para 5 adictos em recuperação sem apoio familiar e em situação de sem-abrigo.

Atualmente, os serviços do GRATO são mais alargados. Apoia pessoas que estão direta ou indiretamente relacionadas com o problema da adição a substâncias psicoativas, e/ou outras, e presta serviços à comunidade desfavorecida e excluída socialmente. Apoia os adictos e as suas famílias, fazendo a prevenção, acolhimento, tratamento, acompanhamento, pré-profissionalização dos utentes e sua reinserção social, ocupação de tempos livres e sensibilização da sociedade em geral para toda esta problemática. Ao longo do tempo, fruto das exigências cada vez maiores da população a respostas sociais,a Instituição tem atuado em todas as áreas relacionadas com a inclusão social. Presta serviços de apoio e assistência à população e comunidades desfavorecidas socialmente e em risco.

O GRATO é uma porta aberta para todos aqueles que precisam de ajuda pessoal, social e profissional.Mantendo a sua missão, visão e valores, mais tarde, não só, pelo reconhecimento do trabalho desenvolvido, aliado à autarquia local e à Segurança Social, mas também, pelo alargamento do âmbito do trabalho do GRATO junto da população socialmente desfavorecida, foram estabelecidos protocolos e parcerias, que deram origem a diferentes Respostas Sociais.

Assim, o GRATO desenvolveu ao longo dos anos vários Projetos e Respostas Sociais de que se destacam: EID – Equipa de Intervenção Direta; Cafetaria "Sol e Música" - com o apoio do IEFP para criação de emprego; ARS – Apartamento de Reinserção Social; UNIVA – Unidade de Inserção na Vida Ativa; ORF – Orquestra Filarmónica Infantil do GRATO; Equipa de Protocolo do Rendimento Social de Inserção; CLDS – Contrato Local de Desenvolvimento Social; PIEF – Programa Integrado de Educação e Formação; RENASCER - Projeto da Luta Contra a Pobreza; Cursos de Formação Socioprofissionais; Creche “Jardim do Sol”; Casa de acolhimento para Mulheres Sem-abrigo; GIP – Gabinete de Inserção Profissional

 Missão, Visão, Valores

Membro do Conselho Local de Ação social do Concelho de Portimão, o GRATO acredita na erradicação da pobreza em Portugal, e na inclusão social da comunidade Portimonense, em particular. Aposta no desenvolvimento de políticas sociais ativas, baseadas na responsabilização e mobilização do conjunto da sociedade, e de cada indivíduo, na construção de uma sociedade equitativa.

No seu trabalho defendem o respeito pelo individuo e a consideração pelos seus próprios valores, origens e tradições específicas. Atuam em intervenções individualizadas, com respostas personalizadas dirigidas a cada indivíduo ou família. Estão disponíveis para ajudar em qualquer situação solicitada, e partilham com transparência a informação com os elementos envolvidos no processo. Regem-se pelo rigor e profissionalismo e procuram a articulação entre os vários recursos de suporte à exclusão social, facilitando o diálogo e a cooperação interinstitucional. Promovem a inclusão e esforçam-se para que todas as iniciativas sejam dirigidas a todos, independentemente das diferenças e desigualdades que possuam.