A não perder

Concerto para piano e orquestra op 58 n.º 4, de L. V. Beethoven

24 março
 
Solista: Artur Pizarro
Maestro: Nikolay Lalov
Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras
 
PROGRAMA:
Abertura: Coriolan, Op. 62, de L. V. Beethoven (ou Egmond)
Concerto para piano e orquestra op.58 n.º 4 de L. V. Beethoven
1 - Allegro moderato
2 – Andante com moto
3 – Rondo (Vivace)
INTERVALO
Sinfonia Nº 1, de Charles Gounod (200 anos do nascimento)
 

 O concerto op 58 n.º 4 de Beethoven é, porventura, o mais difícil e complexo dos concertos de Beethoven, tanto tecnicamente como interpretativamente.
Estreou em 1807 num concerto privado no palácio do príncipe Franz Joseph von Lobkowitz, juntamente com a abertura Coriolan, razão pela qual foi decidido integrá-la neste programa. A estreia oficial aconteceu a 22 de Dezembro de 1808 no Teather an der Wien, tendo Beethoven como solista. Este foi o último concerto executado por Beethoven publicamente, tendo sido dedicado ao seu patrono e aluno o arquiduque Rudolph. Após a sua estreia foi esquecido durante muitos anos tendo sido executado mais tarde por Mendelssohn.

Saiba tudo sobre esta iniciativa aqui. »»

Icons Nao Perder Quando   Quando

24 março 2018 l 21h30

Icons Nao Perder Onde    Onde
TEMPO - Teatro Municipal de Portimão
 Icons Nao Perder Valor     Valor
15,00€
 Icons Nao Perder MaisInfo    Mais Info

282 402 475 l 961 579 917

teatromunicipaldeportimao.pt

https://tempo.bol.pt/

 

0
0
0
s2sdefault