Peritos do Mecanismo de Proteção Civil da União Europeia visitaram Portimão

Na passada segunda-feira, 23 de setembro, Portimão recebeu a visita da equipa de Avaliação por Pares (Peer-review) do Mecanismo de Proteção Civil da União Europeia, tendo a delegação sido recebida pela presidente da Câmara Municipal, Isilda Gomes, nas instalações do Centro Municipal de Proteção Civil de Portimão, na presença de toda a estrutura do Serviço Municipal de Proteção Civil, direção da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Portimão, bem como da estrutura de comando e estado-maior do Corpo de Bombeiros de Portimão.

Composta por uma dezena de peritos internacionais de diferentes Estados-membros, a comitiva pretendeu avaliar a capacidade de resposta portuguesa na gestão de catástrofes, analisando todo o ciclo da emergência, desde a prevenção à preparação, passando pela resposta e reabilitação, com especial enfoque nos riscos de incêndios rurais, sismos/tsunamis e acidentes em estabelecimentos com matérias perigosas.

Neste sentido, foram partilhados dados sobre o esforço humano e financeiro que tem vindo a ser realizado em todo o concelho de Portimão, com o objetivo de mitigar os riscos coletivos, com especial destaque para os incêndios rurais, onde a sensibilização das populações e os trabalhos de prevenção estrutural ganharam grande destaque nos últimos anos. Também a preparação dos recursos humanos, qualificando-os para responder a situações de exceção, foi tema dominante em toda a jornada de trabalho.

No que concerne ao risco de sismo e tsunami, foi apresentado o programa iniciado em 2016, que tem vindo a preparar a implementação, nas zonas costeiras de Portimão, de um sistema de aviso por sirenes que, num esforço financeiro e técnico, pretende evoluir já no presente ano.

No geral, dominou o debate e a partilha de boas práticas entre Estados-membros, tendo sido evidenciado o significativo avanço do trabalho já realizado em Portimão, no âmbito da proteção civil.

O dia permitiu ainda dar a conhecer o programa pioneiro da proteção civil municipal no âmbito da Desfibrilhação Automática Externa (DAE), que já conta com mais de 150 operacionais das forças de segurança (PSP, GNR e Polícia Marítima) ministrada pelos Bombeiros de Portimão, bem como os equipamentos já adquiridos pela autarquia, os quais permitem dotar estas entidades da necessária capacidade para socorrer, em primeira linha, cidadãos vítimas de paragem cardiorrespiratória. Ainda nos próximos dias serão colocadas seis cabines comunitárias na via pública, em locais estratégicos do concelho, que contribuirão para salvar vidas no momento certo.

Por fim, o grupo de peritos visitou o Quartel de Bombeiros, cuja ampliação e requalificação é financiada para União Europeia com a comparticipação nacional da Câmara de Portimão, onde foi possível apreciarem uma exposição estática de todas as valências e equipamentos ao dispor da proteção e socorro dos portimonenses e de quantos visitam este destino turístico internacional.

 

0
0
0
s2sdefault