“A terra tremeu” em Portimão com mais de 13 mil participantes

27 Estabelecimentos de ensino do concelho foram evacuados, no exercício público de âmbito nacional “A Terra Treme”.

A 7.ª edição do exercício “A Terra Treme” teve início a nível nacional às 11h15 desta sexta-feira, 15 de novembro. O executivo camarário, que acompanhou conjuntamente com o Serviço Municipal e agentes de Proteção Civil, o desenrolar do exercício de evacuação promovido na Escola Básica Júdice Fialho, na Pedra Mourinha, teve a oportunidade de assistir de perto ao resultado do trabalho de preparação realizado diariamente nas escolas do concelho no âmbito do Programa Municipal de Sensibilização “A Escola e os Riscos... Preparar para Proteger!”.

Tal como previsto e treinado, à hora marcada todos os alunos executaram os três gestos de autoproteção: baixaram-se sobre os joelhos, colocando-se numa posição que evita a queda durante o sismo, protegeram a cabeça e o pescoço com os braços e as mãos, procuraram abrigo e aguardaram nessa posição durante um minuto. Seguidamente foram encaminhados para o ponto de encontro, onde chegaram de forma organizada, sendo de realçar que em menos de três minutos toda a comunidade escolar estava no respetivo ponto de encontro.

Vários técnicos do Serviço Municipal e agentes de Proteção Civil também acompanharam a realização do exercício noutros estabelecimentos de ensino de Portimão nomeadamente nas Escolas Básicas Eng.º Nuno Mergulhão, Major David Neto e Professor José Buísel, na Escola Básica e Secundária da Bemposta, no Centro Escolar do Pontal e na Escola Secundária Poeta António Aleixo.

Face ao ocorrido em 2018, quando se registaram mais de 10 mil inscritos, verificou-se um claro aumento do número de participações em 2019, que alcançou acima mais de 13 mil intervenientes.

Participaram 27 estabelecimentos de ensino neste exercício, desde jardins de infância a aos estabelecimentos de ensino superior, o que demonstra o aumento da consciencialização da comunidade escolar para este tema.

0
0
0
s2sdefault