Intervenção em curso no Porto de Portimão permitirá acostagem de dois navios em simultâneo

Já se iniciaram os trabalhos específicos de construção de dois duques de alba na área afeta ao Porto de Portimão, assim como da remoção de 27 mil m3 de areia, o que permitirá a amarração de dois navios em simultâneo, fruto de um melhor aproveitamento do espaço disponível.

A intervenção, da responsabilidade da Administração dos Portos de Sines e do Algarve (APS), tem um custo associado de 1,88 milhões de euros e deverá ficar concluída em julho próximo, resultando do investimento da Administração Central na melhoria das infraestruturas que servem este cais comercial, em termos de otimização das condições de segurança e operação de navios.

O Município de Portimão assinala a concretização desta obra, tendo igualmente sido informado pela APS que esta entidade pretende proceder às dragagens do canal de acesso e da bacia de rotação de navios, num investimento previsto de 17,5 milhões de euros. Neste particular, a autarquia foi informada que “o respetivo estudo de impacte ambiental está a ser reavaliado pela Agência Portuguesa do Ambiente, que se deverá pronunciar até julho próximo.”

Todas estas intervenções revestem-se de particular importância para o Porto de Cruzeiros de Portimão, que até final do corrente ano tem já confirmadas 54 escalas.

0
0
0
s2sdefault