Portimão aprova 300 mil euros em contratos programa extraordinários para o movimento associativo

07.05.2020

São abrangidas oito associações de índole cultural, 21 coletividades desportivas e 25 instituições de cariz social

Face à atual situação de emergência devido à Covid-19, a Câmara Municipal de Portimão vai estabelecer protocolos excecionais de colaboração de desenvolvimento social com o associativismo local, afetando para o efeito 313.421 euros.

Nesse sentido, serão celebrados 54 protocolos entre o Município de Portimão e oito associações de índole cultural (no total de 34.600 euros), 21 coletividades desportivas (67.200 euros) e 25 instituições/associações de cariz social (211.621 euros).

Concorreu para esta medida excecional e transitória a necessidade de a autarquia, no âmbito das suas competências, dar resposta e apoiar, não só quem já se encontrava numa situação de carência social, mas também os cidadãos que viram os rendimentos a diminuir, embora as suas obrigações continuem inalteradas.

Este auxílio económico visa contribuir para que o associativismo com trabalho na área social mantenha as suas valências essenciais no apoio a pessoas em situação de vulnerabilidade, às famílias e à saúde. Também serão abrangidas coletividades ligadas ao setor cultural e criativo e ao desporto, no sentido de contribuir para a mitigação dos prejuízos resultantes da atual crise epidemiológica.

Esta decisão do Município de Portimão, no âmbito da prossecução das suas políticas para o concelho, surge do reconhecimento de que é de interesse municipal o trabalho realizado pelas entidades abrangidas, as quais desempenham um papel insubstituível e assumem um carácter essencialmente coletivo, solidário e com capacidade sustentada de intervenção social, política, cultural, económica e de coesão do tecido comunitário.

0
0
0
s2sdefault