Município de Portimão entrega terceiro Pulmovista do país ao Hospital de Portimão

30.05.2020

Aparelho topo de gama custou mais de 50 mil euros e integra lote de 24 ventiladores de diversas tipologias encomendados pela autarquia.

O Município de Portimão entregou ontem, 29 de maio, ao Hospital de Portimão um equipamento diferenciador para ventilação em cuidados intensivos Pulmovista, equipamento médico topo de gama que é único na região algarvia e constitui a terceira unidade do género existente no país.

Antes da assinatura do auto de entrega, a presidente do Município de Portimão, Isilda Gomes, justificou este investimento com a importância que representa para a comunidade local o papel dos profissionais daquela unidade hospitalar: “Vocês fazem omeletes sem ovos, ou seja, o melhor com muito pouco. Isso é fantástico e tem que ser reconhecido publicamente. São, sem exceções, um orgulho para todos nós, munícipes de Portimão, pois colocam um grande carinho e dignidade no vosso trabalho.”

“Com os parcos recursos disponíveis, os profissionais desta casa têm dado uma resposta excelente, ao ponto de colocarem Portimão e o Algarve no mapa das regiões turísticas mais seguras”, sublinhou Isilda Gomes, ao revelar que “atualmente estamos a ser muito procurados por toda a gente, para virem fazer férias na região, havendo empresários que nunca receberam tantas reservas como agora.”

Segundo a autarca, “isto resulta da nossa capacidade de darmos respostas à altura em duas áreas fundamentais para a atração de turistas: a segurança e a saúde. Enquanto poder e tiver responsabilidades, estas serão as minhas prioridades.”

Quanto ao Pulmovista, Isilda Gomes sustentou que o aparelho “vai fazer toda a diferença”, tendo defendido na ocasião que “conseguiremos atrair profissionais da saúde para a região algarvia, caso haja mais meios tecnológicos e uma melhor capacidade de resposta.”

O diretor clínico do Centro Hospitalar Universitário do Algarve, Mahomede Americano, agradeceu a “valiosa oferta” e considerou “reconfortante” o apoio prestado pelo Município, destacando que a equipa que lidera “merece ter um aparelho tipo ‘rolls-royce’ como este, o qual constitui um fator de diferenciação e tem um fim tão específico.”

SISTEMA PULMUNAR À LUPA

Enquanto um ventilador comum, utilizado em pacientes com patologia pulmonar, funciona como substituto de um pulmão que esteja comprometido, a nova unidade vem complementar esse serviço, ao permitir que os profissionais de saúde visualizem como é que os pulmões se distendem quando o doente inspira e expira.

Com a bateria de informações obtidas, será possível de imediato proceder a mudanças e verificar, em tempo real, como os pulmões respondem à ventilação fornecida ao doente.

O Pulmovista, que representa um investimento autárquico na ordem dos 50 mil euros, significa uma mais-valia tecnológica para uma unidade periférica como é o Hospital de Portimão, o que evitará o recurso a outro tipo de técnicas muito mais avançadas e dispendiosas, mas apenas disponíveis nas principais unidades hospitalares do país, localizadas a algumas centenas de quilómetros de distância.

0
0
0
s2sdefault