Núcleo da Alzheimer Portugal em Portimão promove workshop sobre regime jurídico do maior acompanhado

08.09.2020

A funcionar desde o primeiro dia deste mês em instalações cedidas pelo Município de Portimão, o Núcleo do Algarve da associação Alzheimer Portugal vai dinamizar no próximo dia 15 de setembro um workshop sobre o regime jurídico do maior acompanhado, que terá certificação pela Direção-Geral do Emprego e das Relações de Trabalho.

Através deste workshop, os formandos poderão adquirir conhecimentos sobre o novo regime jurídico do maior acompanhado, bem como percecionar a melhor forma de responder aos direitos legais das pessoas com demência.

A ação estará a cargo de Rosário Zincke dos Reis, advogada e membro da direção nacional da Alzheimer Portugal, e decorrerá das 9h00 às 13h00 na plataforma Zoom, sendo dirigida a todas as pessoas interessadas, que se deverão inscrever previamente e a título gratuito pelo email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

A existência deste núcleo resulta de um protocolo celebrado em julho último entre a Alzheimer Portugal e o Município de Portimão, que para o efeito cedeu instalações localizadas na Urbanização do Pimentão, cave do lote 2, na zona dos Três Bicos, funcionando nos dias úteis, das 9h00 às 12h30. O início de atividades foi simbolicamente agendado para setembro, mês mundial da Doença de Alzheimer.

Com um gabinete de apoio na demência, é objetivo da nova estrutura facultar informações, dar encaminhamento para as respostas locais e prestar apoio técnico a pessoas com demência e a todos aqueles que, direta ou indiretamente, convivem com elas, nomeadamente cuidadores, familiares e amigos, bem como os profissionais que lhes prestam cuidados e residam no Algarve.

O núcleo encontra-se igualmente ao dispor das instituições sediadas na região, com vista a capacitar os seus profissionais na área das demências e a potenciar uma intervenção integrada, pretendendo ainda consciencializar a população algarvia para esta problemática.

ALZHEIMER CRESCE EM PORTUGAL

Estima-se que em Portugal existam cerca de 200 mil pessoas com demência e prevê-se que este número possa aumentar significativamente nos próximos anos, sendo que a idade consiste no principal fator de risco e Portugal é um dos países mais envelhecidos do mundo.

Se também forem tidos em consideração os cuidadores familiares e profissionais envolvidos na prestação de cuidados a estas pessoas, o problema ganha uma dimensão ainda maior, com relevantes impactos sociais e económicos.

A Alzheimer Portugal é uma instituição particular de solidariedade social de âmbito nacional, criada há 31 anos para promover a qualidade de vida das pessoas com esta doença e outras formas de demência, bem como dos seus familiares e cuidadores.

0
0
0
s2sdefault