Tertúlia recorda eventos políticos motivados pela trasladação dos restos mortais de Teixeira Gomes para Portimão

13.10.2020

Integrada nas comemorações dos 160 anos do nascimento de Manuel Teixeira Gomes, está marcada para 18 de outubro, a partir das 17h00, uma tertúlia na Casa Manuel Teixeira Gomes sob o tema “O Regresso de Teixeira Gomes”.

O objetivo do encontro será recordar um dos principais eventos de contestação ao Estado Novo ocorridos na cidade e que teve lugar no dia 18 de outubro de 1950, por ocasião da trasladação dos restos mortais do escritor e estadista, da Argélia para o cemitério de Portimão.

A cerimónia deu origem a uma manifestação da oposição que desencadeou perseguições e prisões arbitrárias, a cargo da PIDE e das forças militares, tendo sido um dos mais marcantes momentos da luta pela Democracia no Algarve.

Estão previstas nesta tertúlia as participações de Teresa Mendes, vereadora com o pelouro da Cultura na Câmara Municipal de Portimão, Margarida Tengarrinha, ativista política e coorganizadora da manifestação de há 70 anos, e José Alberto Quaresma, diretor científico da Casa Manuel Teixeira Gomes.

O programa das comemorações do 160º aniversário de nascimento de Manuel Teixeira Gomes, que arrancou no passado dia 10 de outubro e se prolonga até 11 de dezembro, teve de ser alterado, face às condicionantes decorrentes da atual crise sanitária.

Apesar desse constrangimento, o Município de Portimão vai realizar um conjunto de iniciativas destinadas a homenagear a mais ilustre personalidade natural da cidade, cuja dimensão nacional e internacional, como escritor, diplomata e Presidente da República, entre outros atributos relevantes, serviu de inspiração ao programa, que se divide pelo TEMPO - Teatro Municipal de Portimão, Casa Manuel Teixeira Gomes e Biblioteca Manuel Teixeira Gomes.

A programação começou a 10 de outubro com o espetáculo de dança contemporânea “Last”, interpretado pela Companhia Paulo Ribeiro, e inclui ainda um colóquio sobre a diplomacia e a literatura dos séculos XX e XXI, coordenado por Luís Filipe Castro Mendes, ex-ministro da Cultura, bem como a apresentação do 1º volume, dos cinco previstos, das “Obras Completas de Manuel Teixeira Gomes”, com coordenação de José Alberto Quaresma e Nuno Júdice, e da 2ª edição de “Manuel Teixeira Gomes – Biografia”, de José Alberto Quaresma, ambas editadas pela Imprensa Nacional.