Rota do Petisco celebra 10 anos e volta a servir os seus primeiros petiscos

01.09.2021

São já 10 anos a carimbar bons petiscos na primeira Rota de todos eles no Algarve e em Portugal.

A Teia D’Impulsos arrancou com esta iniciativa em 2011, em plena crise económica, com o objetivo de ajudar a restauração local. Os desafios foram muitos mas, cedo, o evento mostrou ser um enorme sucesso e, partindo de Portimão, foi conquistando outros concelhos da região para uma verdadeira odisseia gastronómica.

Provar os primeiros Petiscos da Rota

A uma semana do arranque da 11.ª edição do evento, os petiscadores são convidados a percorrer, esta sexta-feira, 3 de setembro, uma Rota muito especial que assinala este 10.º aniversário. Tudo começou em Portimão e oito dos estabelecimentos que integraram a primeira Rota do Petisco, em 2011, e que participam este ano, voltam a servir o mesmo petisco de há 10 anos atrás. São eles: com petisco, o Forte e Feio, O Ténis, Taberna da Maré, Mata Porcos, Mar e Sol e Snack Bar Hortinha e com doce a Pastelaria Arade e a Casa Inglesa.

Os petiscos estarão disponíveis entre as 19h00 e as 23h00 e os petiscadores não precisam de apresentar Passaporte para provarem o menu especial: Petisco + Bebida (3€) e Doce + Bebida (2€). Mas podem aproveitar a ocasião para, junto destes estabelecimentos, adquirir já o seu Passaporte de 2021.

Homenagem aos estabelecimentos e petiscadores sempre presentes

Momentos antes desta mini Rota, no Jardim 1.º de Dezembro, em Portimão, e antes do arranque de mais um Mercado de Verão, a Teia d`Impulsos fará uma cerimónia de celebração deste 10.º aniversário, onde prestará homenagem aos cincos estabelecimentos que participaram em todas as edições da Rota do Petisco e aos parceiros que acompanharam este projeto desde o início.

Além disso, os petiscadores detentores do primeiro passaporte da Rota, de 2011, ou de cinco passaportes de diferentes anos carimbados vão ter a oportunidade de ganhar prémios. Basta apresentá-los no expositor da Teia D’Impulsos, nos Mercados de Verão, no Jardim 1.º de Dezembro, entre as 18h00 e as 23h00, de sexta a domingo.