Grandes nomes do jazz nacional atuam em novembro no Teatro Municipal de Portimão

09.11.2021

Depois de um ano de interrupção, que obrigou o projeto Sax@Sul a reinventar-se, desenhando uma proposta de criação que une o Algarve e o Alentejo numa rede de espetáculos, a terceira edição passa, este sábado, 13 de novembro, pelo TEMPO – Teatro Municipal de Portimão

No Pequeno Auditório do TEMPO serão reveladas a duas facetas mais incomuns do saxofone, com HOLI, projeto a solo de João Mortágua, saxofonista de jazz possuidor de uma já vasta discografia e distinguido com o Prémio Play para o Melhor Álbum de Jazz de 2020, e com o grupo 2_LOW, um duo de saxofone barítono (Filipe Valentim) e clarinete baixo (Vasco Valente) que vai interpretar obras de vários compositores portugueses, escritas propositadamente para a dupla.

As performances começam às 21h00, sendo que os bilhetes custam 5 euros e estão disponíveis na bilheteira do TEMPO e em tempo.bol.pt.

No fim-de-semana seguinte, a 20 de novembro, sobe ao palco do Grande Auditório o André Rosinha Trio, liderado pelo contrabaixista e compositor português André Rosinha, que integra os projetos de Salvador Sobral, Júlio Resende, e João Barradas, tendo tocado com protagonistas do jazz nacional e internacional, como são os casos de Mário Laginha, Greg Osby, Abe Rabade ou Perico Sameat.

Rosinha tem dois discos em nome próprio - "Pórtico" (2017) e "Árvore" (2019) -, ambos distinguidos pela crítica nacional, e será este último que, juntamente com João Paulo Esteves da Silva (piano) e Marcos Cavaleiro (bateria), apresentará em Portimão.

Ainda que conte com zonas densas, é um álbum fundamentalmente composto por música simples e livre, com espaço para que cada um possa deixar a sua personalidade musical. Vive dos momentos de interação entre os membros e explora os conceitos da improvisação individual e coletiva. As peças são cativantes e inovadoras, apresentando influências de vários estilos musicais, como o jazz, os boleros, o folk e a música clássica.

O concerto tem início marcado para as 21h00, com bilhetes a 10 euros, disponíveis na bilheteira do TEMPO e em tempo.bol.pt.

 

Projeto “O Palco é teu” chega ao fim

Os concertos d“O Palco é Teu”, o terceiro projeto de apoio direto criado pela Câmara Municipal de Portimão para apoiar os artistas locais cuja atividade foi afetada pela pandemia da Covid-19, e para o qual foi destinado um auxílio financeiro de 500 euros por cada artista individual e de 1.000 euros por cada banda, iniciaram-se em maio e chegam ao fim neste mês de novembro, num total de 39 atuações.

Assim, esta quinta-feira, dia 11, tem lugar a antepenúltima edição, que contará com as atuações de Teresa Viola, para propor no palco uma viagem musical pelo fado tradicional, com algumas incursões pelo fado musicado, e de Edmundo Vieira que apresentará ‘Mais de mim’, álbum que espelha a sua carreira e onde o artista coloca à disposição um reportório cheio de sucessos, demonstrando toda a sua alma enquanto artista.

No dia 18, a penúltima sessão tem como convidados os Volume 2, uma banda de pop-rock português, e o DJ Carlos Peregrino, que animará o público com a sua performance de house comercial.

Por fim, no dia 25 de novembro, quinta-feira, decorrerá a última sessão com as atuações de Haja Saúde, um grupo musical composto por oito pessoas, criado para cuidar a saúde mental delas e dos outros, e dos Giletes d’Aço, que nos habituaram aos seus sketchs humorísticos, mas que desta vez apresentam um concerto em acústico, com as suas músicas traduzidas de forma literal para algarvio.

Os concertos decorrem todos às 19h00, no Pequeno Auditório do TEMPO, sendo necessário proceder ao levantamento de bilhete no dia anterior ao concerto.

 

“Choque Frontal ao vivo”

No dia 17 de novembro, quarta-feira, pelas 21h00, a música volta ao TEMPO, com mais uma edição do Choque Frontal ao Vivo, o programa da rádio Alvor FM gravado ao vivo uma vez por mês no Pequeno Auditório, com público a assistir.

Os convidados deste mês são os The Black Teddys, uma banda Indie Rock formada em 2015 e influenciada pelo panorama rock e pop dos anos 60 aos anos 80, que teve já oportunidade de pisar palcos como o Festival F, Festa do Avante, Teatro das Figuras, Festival do Marisco, e clubes como o Sabotage, Tokyo, Texas Bar, ou Bafo de Baco entre outros.

Os bilhetes são gratuitos e devem ser levantados previamente na bilheteira do TEMPO.

Mais informações sobre a programação preparada para os próximos meses em www.teatromunicipaldeportimao.pt ou através dos contactos da bilheteira: 282 402 475 / 961 579 917.

.