Fotografias sobre “Esperança” em tempos de Covid e imagens inspiradas nas “Cores da Viagem” compõem as próximas exposições do Museu de Portimão

06.12.2021

Integradas na programação do Dia da Cidade, o Museu de Portimão inaugura às 17h00 de 10 de dezembro duas exposições, uma delas reunindo as melhores imagens relativas à 21ª edição da Corrida Fotográfica de Portimão e a outra com pinturas e desenhos do artista plástico António Carmo, intitulada “Cores da Viagem”.

Organizada desde 2001 pelo Museu de Portimão, este ano a 21ª Corrida Fotográfica voltou a manter o formato online da edição anterior, face à necessidade do cumprimento das regras sanitárias e de distanciamento, não sendo oportuno o envolvimento individual e presencial de um grupo numeroso de participantes numa prova tradicionalmente circunscrita à cidade.
 
Designada “Esperança”, a iniciativa procurou manter, tal como em 2020, a recolha de testemunhos fotográficos para memória futura, representativos do impacto do Covid-19 nas formas e soluções encontradas pelas diferentes comunidades, no seu reencontro com a “esperança” de um desejável regresso à normalidade pós-pandemia.
 
A Corrida Fotográfica de 2021 abriu-se, deste modo, à possibilidade de participação à distância via eletrónica de fotógrafos de qualquer ponto do país, tendo-se registado a inscrição de 120 pessoais e o posterior envio digital das suas imagens, sendo expostos os melhores trabalhos premiados, até 24 de abril de 2022, tanto presencialmente como no site do Museu de Portimão, em: www.museudeportimao.pt
 
‘Finalmente Aqui’, ‘Saudades deste Momento’, ‘Vejo Cores Muitas Cores’ e ‘Felicidade é Isto’ constituíram os quatro temas que estimularam o olhar atento e criativo dos participantes, num período de tão difícil e de forte constrangimento social, pelo que esta iniciativa do Museu de Portimão também se assumiu como um importante contributo visual na recolha de testemunhos de um momento singular da história, para memória futura.
 
Os melhores desta edição foram: 1º prémio - Alexandre Castellani; 2º - António Tedim; 3º - José Oliveira; 4º - Elsa Martins; 5º - Luís Reininho; Prémio Jovem - Matilde Gonçalves. Além destas categorias, a exposição integrará o “Prémio Especial do Júri”, atribuído a Fernando Vajá, bem como a melhor foto de cada um dos quatro temas propostos.
 
Esta iniciativa fotográfica contou com o apoio do Ocean Revival, do Grupo de Amigos do Museu de Portimão, da ETIC-Algarve, da CLCC, Restinga, Ana-Ana e o Sul Informação como parceiro da imprensa regional.

Pinturas e desenhos compõem “As Cores da Viagem”
 
Por seu turno, “As Cores da Viagem” é uma exposição de pintura e desenho de António Carmo, que convida os visitantes a uma singular viagem cromática e poética, resultante do seu intenso trabalho criativo e pictórico, ao revisitar lugares no país e no mundo, por onde a cultura portuguesa passou.
 
Na perspetiva do artista, “trata-se de uma homenagem às nossas gentes, costumes, sabores, luz, cultura e à nossa forma de estar na vida e no mundo”, uma vez que a matriz da sua pintura tem tudo a ver com a raiz portuguesa do seu olhar “e com esta terra debruada de mar, com os desenhos despojados de artifícios, com figuras do quotidiano de comovente densidade social, com este país solar.”

As duas exposições podem ser visitadas no seguinte horário: terça-feira das 14h30 às 18h00; de quarta-feira a domingo das 10h00 às 18h00, ficando a exposição “As Cores da Viagem” patente até 13 de março do próximo ano.