Festival da Sardinha é evento gastronómico sustentável

29.07.2022

A edição deste ano do Festival da Sardinha, que decorre na zona ribeirinha de Portimão entre 3 e 7 de agosto, vai ser um evento ainda mais sustentável, fruto de um compromisso estabelecido entre a Câmara de Portimão e a EMARP – Empresa Municipal de Águas e Resíduos de Portimão.

Nesse sentido, um dos maiores eventos gastronómicos a sul do país vai ser sinónimo de escolhas responsáveis destinadas a reduzir os impactos ambientais, com destaque para a recolha dos resíduos orgânicos, que serão transformados em fertilizante natural, e a separação seletiva dos resíduos de plástico e papel para reciclagem.

Entre as principais medidas adotadas, merece destaque a implementação do copo oficial do Festival, em material ecológico, que pode ser adquirido nos expositores da zona agroalimentar, nas tasquinhas e nos bares ao preço de um euro, além da utilização de pratos e talheres em materiais sustentáveis, sendo ainda colocados ao longo do recinto vários ecopontos e sinalética de sensibilização, e promovidas e divulgadas iniciativas de caráter ambiental.

Faz igualmente parte desta estratégia a realização de ações de formação e sensibilização direcionadas aos produtores de resíduos (restaurantes e agroalimentares) e aos voluntários que vão colaborar na recolha dos tabuleiros das mesas e na separação do lixo.

Portimão aposta na valorização dos resíduos orgânicos

No âmbito da atual campanha de sensibilização para a recolha seletiva de resíduos orgânicos, sob o mote “Está na hora!” e integrada no movimento “Portimão Valoriza”, a EMARP marcará presença no Festival com um ‘stand’, onde os munícipes portimonenses podem ficar a saber tudo sobre o projeto, nomeadamente verificar se constam na área piloto e, em caso afirmativo, levantar o seu balde de sete litros.

O projeto que tem como propósito implementar um sistema de recolha seletiva de resíduos orgânicos no concelho, desenvolvido no âmbito de candidatura aprovada pelo PO SEUR (Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos), arrancou primeiramente junto dos restaurantes, escolas e instituições particulares de solidariedade social das freguesias de Portimão e Alvor e neste momento já se estendeu à população residencial, através da ativação de 144 contentores de proximidade, junto às ilhas ecológicas.

Os objetivos do projeto-piloto, que abrange 13.836 alojamentos, o equivalente a 19.353 habitantes (35 por cento da população), passam por criar condições para que o Município de Portimão possa cumprir a obrigatoriedade de recolher seletivamente bio resíduos a partir de 1 de janeiro de 2024, data em que a recolha seletiva ou a sua separação e reciclagem na origem passa a ser obrigatória para todos os municípios portugueses.

Recriação da descarga da sardinha antecede Festival

A marcar a antestreia do Festival da Sardinha, o Município de Portimão promove a partir das 9h00 da próxima terça-feira, 2 de agosto, a recriação da tradicional descarga à canastra da sardinha no cais da cidade, sardinha que posteriormente será confecionada numa sardinhada popular, terminando este dia especial num ‘sunset’ com música de outros tempos, a cargo dos Lucky Duckies.

Nesta ocasião será evocada a azáfama característica do ambiente da antiga lota, com a acostagem da traineira “Arrifana” e da enviada “Moira” e a participação de meia centena de figurantes, que vestirão a pele dos pescadores, estivadores, compradores, mulheres da salga e irrequietas crianças, que davam vida e colorido ao cais, com transmissão online na página oficial da autarquia, em: www.facebook.com/portimaomunicipio

Após dois anos de interregno devido à pandemia, o Festival da Sardinha regressa assim à zona ribeirinha de Portimão, com uma imagem renovada e uma programação bastante diversificada e inclusiva, dentro e fora do recinto, dirigida a todos os gostos e idades e de acesso livre.

Durante cinco intensos dias, a sardinha assada a pingar no pão voltará a ser rainha, acompanhada pela batata cozida e pela salada à algarvia, servida nos diversos restaurantes da zona entre pontes e nas barraquinhas das associações e clubes locais, que disponibilizam mais de mil lugares sentados para degustar este ex-libris gastronómico.

Toda a zona ribeirinha, entre o Museu de Portimão e a antiga Lota, estará repleta de motivos de interesse, do artesanato à doçaria, com muita animação de rua e música, merecendo destaque os artistas nacionais que passarão pelo palco principal: João Leote com a convidada Marisa Liz (dia 3); David Fonseca (dia 4); Bárbara Tinoco (dia 5); Wet Bed Gang (dia 6); e David Carreira (dia 7).

Além do recinto que terá animação no palco Sardinha, junto à restauração, e do palco principal, também haverá animação musical no coreto da Praça Manuel Teixeira Gomes e no Jardim 1.º de Dezembro, ao mesmo tempo que o espaço infantil Petinga Park irá atrair os mais pequenos à zona da antiga Lota de Portimão.

Estão, pois, reunidos todos os ingredientes que levaram o conhecido site de viagens Big 7 Travel a colocar o Festival da Sardinha de Portimão na liderança da lista dos 25 melhores eventos gastronómicos de verão realizados na Europa.

Toda a informação referente ao Festival da Sardinha 2022 pode ser consultada no site oficial do evento, em: www.festivaldasardinha.pt