Município de Portimão reforça medidas de contingência para racionalizar o consumo de água

26.08.2022

 Autarquia apela à colaboração dos munícipes para reportarem situações anómalas detetadas.

Face à atual situação de seca extrema que afeta o país, com particular incidência na região algarvia, o Município de Portimão adotou um importante conjunto de medidas de contingência, visando a racionalização de água e o combate ao desperdício, com destaque para a redução dos períodos de rega dos espaços verdes.

Para o efeito, e para além do reforço das ações de fiscalização aos equipamentos de rega, quer pela autarquia quer por prestadores privados, serão implementados ciclos de rega mínima que garantam a sobrevivência das espécies, os quais decorrerão apenas no período noturno, das 23h00 às 07h00.

Não obstante este reforço, a autarquia solicita aos cidadãos que detetem uma situação anómala no que diz respeito à rega de espaços públicos ou a perdas de água, que liguem de imediato para o Serviço Municipal de Proteção Civil, através do número de telefone 808 282 112.

Quanto aos elementos de água e bicas em espaço público, serão restritos ao horário diurno os tempos de funcionamento e a periodicidade de recarga das fontes, podendo os mesmos ser interrompidos nas situações em que se verifiquem consumos disruptivos, pelas equipas de manutenção encarregues da vigilância e monitorização da operacionalidade destes elementos de decoração do espaço público.

No âmbito desta política, a autarquia procedeu há algumas semanas ao encerramento dos chuveiros de praia e aos lava-pés, no sentido de assegurar consumos de água de uma forma estritamente necessária e responsável.

O Município de Portimão continua atento a esta problemática e poderá adotar em breve outras medidas conjunturais, sempre devidamente apoiadas por campanhas de sensibilização dirigidas aos munícipes.

Opção por extratos vegetais com menor necessidade de rega

Consciente da importância estratégica que o recurso água possui, desde há alguns anos que o Município de Portimão tem vindo a converter e reformular as tipologias e as espécies presentes nos espaços verdes públicos, de forma a diminuir os consumos que lhes estão associados.

Esta alteração implicou a supressão da rega numa área considerável de espaços anteriormente relvados, entretanto considerados disfuncionais, e a alteração de espécies, que constituem os diferentes extratos vegetais, de forma a reforçar a presença de espécies autóctones ou adaptadas ao clima local, as quais apresentam menores necessidades de rega.

Importa referir, a propósito, que estão em curso diversas ações, entre as quais a lavagem de ruas e pavimentos com água não potável, e o reforço da capacidade operacional de reparação de roturas, através de piquete permanente de assistência.

A EMARP - Empresa Municipal de Águas e Resíduos de Portimão procede também à gestão da pressão dos sistemas de distribuição, renovação do parque de contadores, em particular dos grandes consumidores, realização de campanhas de sensibilização e, no que diz respeito ao tarifário, adoção do segundo escalão para consumidores não-domésticos, a partir dos 100m3.