Portimão “veste-se” de azul para assinalar Dia Mundial da Consciencialização do Autismo

O Município de Portimão volta a assinalar a data de 2 de abril, escolhida pela Organização das Nações Unidas para comemorar o Dia Mundial da Consciencialização do Autismo, no âmbito da iniciativa Abril, Mês da Saúde, sob o mote “Nutrição, Desporto e Saúde”.

 

A partir das 10h00, a Praça 1º de Maio vai ser o ponto de encontro para uma aula de ginástica em tons de azul, integrada no programa municipal Exercício e Saúde, inserido na Cidade Europeia do Desporto 2019 ,bem como a atuação da banda de música da Associação Portuguesa para as Perturbações do Desenvolvimento e Autismo – Algarve (APPDA).

O convite é lançado a todos os que quiserem associar-se à efeméride e abraçar esta causa marcando presença, frente aos Paços do Concelho, vestindo - pelo menos - uma peça de roupa azul, sendo que a ocasião ficará registada com uma “foto de família”.

O Museu de Portimão, a Biblioteca Municipal Manuel Teixeira Gomes, os Paços do Concelho, a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Portimão, a APPDA, a CRACEP, os Centros Comunitários da Cruz da Parteira, da Coca Maravilhas e do Bairro Pontal, o Mercado Municipal, os Complexos Desportivos de Portimão, Alvor e Mexilhoeira Grande e inúmeras escolas do concelho, entre outros equipamentos públicos, abraçaram esta causa e colocarão faixas azuis nos seus edifícios.

O autismo pertence a um grupo de doenças do desenvolvimento cerebral, conhecido por transtornos do espectro autista. Consiste num distúrbio neurológico caracterizado pelo comprometimento da interação social, comunicação verbal e não-verbal e comportamento restritivo e repetitivo. Afeta o processamento das informações no cérebro, alterando a forma como as células nervosas e as sinapses se organizam. Contudo, o modo como o processo ocorre a nível cerebral ainda não é bem compreendido pela comunidade médica.

Em Portimão, a Associação Portuguesa para as Perturbações do Desenvolvimento e Autismo – Algarve (APPDA) é uma instituição particular de solidariedade social sem fins lucrativos, que visa apoiar e promover a formação, a educação e a qualidade de vida das pessoas com perturbações de desenvolvimento e autismo. Nasceu da iniciativa de um grupo de pais empenhados em criar uma estrutura de apoio a quem sofra da doença, tendo sido oficialmente constituída no dia 25 de agosto de 2006.

Esta associação presta consultas de psicologia clínica e de pediatria do desenvolvimento, além de serviços como musicoterapia, terapias da fala e ocupacional, hipoterapia, hidroterapia e hipnoterapia. Proporciona igualmente orientação vocacional e profissional e consultadoria a famílias, escolas e jardins-de-infância, possuindo um gabinete de atendimento e acompanhamento social. Ao nível das atividades, promove conferências, workshops e palestras, assim como sessões de esclarecimento, entre outras valências.

 

Email

0
0
0
s2sdefault